Vitória eliminado, e o que vem pela frente?


Após a tragédia ocorrida na cidade de Curitiba, e digo isso porque quem assistiu ao jogo não deve ter ficado com outro sentimento, pelo menos eu fiquei, comecei a pensar no que escrever, nas improvisações(que eu julgo acertadas nas questões de necessidades de elenco), no futebol sumido de Marquinhos, nas pixotadas de Rodrigo e num time que simplesmente foi apático no segundo tempo, não, não darei ênfase em nada disso, mas vamos ao que interessa.

A culpa pela eliminação vem de um único lugar, diretoria do esporte clube Vitória, Carpegiani desta vez foi apenas uma vitima, não temos laterais ou isso não é verdade? Léo é limitado e Saci é horrível e contrataram um cara que não pode jogar na Copa do Brasil e que estranhamente foi para o banco no brasileiro e nem entrou durante o jogo para um cara que esta improvisado na posição(PORQUE SERÁ?), por tanto a verdade é que jogar num esquema 3-5-2 ,pois foi assim que o time se postou claramente em campo não foi um erro de PCC, para mim a única falha é que deveria ser invertido Léo e Gabriel, mas até que eles não complicaram.

Mas o que vem pela frente?

É preciso contratar, porém todos sabemos desta premissa desde 2010, mas Alexi Portela e Falcão estão brincando de montar time e esperam que no acaso as coisas aconteçam, poderíamos reforçar para as finais da CB 2010 e jogamos com um time cheio de improvisados, precisávamos de contratações para o brasileiro e fomos rebaixados, teríamos que ter um planejamento em 2011 e foi só frustração e agora que perdemos o baiano e fomos eliminados na CKB 2012 o que será feito?

Continuou achando o Vitória um dos favoritos na série b 2012, mas é notório que precisamos de laterais e outros reforços, já que Lúcio Flavio  nunca mostrou futebol, Geovanni é oscilante ,Xuxa ano passado foi uma lastima e não dão oportunidades para o jovem Arthur Maia, não podemos apenas ficar com status de favorito e sucumbir mais uma vez na tabua de classificação, este é o momento de fazer as coisas acontecerem, e para salvar o ano, o acesso e porque não o título da série B são obrigações.

SRN

COPA DO BRASIL
Coritiba 4 x 1 Vitória
Local: Couto Pereira, em Curitiba.
Data: 23/05/2012
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia e Fábio Pereira
Gols: Everton Costa (2x), Roberto e Everton Ribeiro (Coritiba) / Marquinhos (Vitória)
Coritiba: Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Sergio Manoel; Júnior Urso, Renan Oliveira (Lincoln) e Everton Ribeiro (Vinicius); Roberto (Anderson Aquino) e Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira.
Vitória: Gustavo; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Rodrigo e Léo (Dinei); Uelliton, Rodrio Mancha, Pedro Ken (Rildo) e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

[CORITIBA X VITÓRIA] Classificar na base da superação


 Na noite de hoje o Vitória terá um grande desafio, enfrentar o Coritiba no estádio do Couto Pereira brigando para se classificar as semifinais da Copa Kia do Brasil 2012, para isso o Vitória pode empatar com gols, vencer nos pênaltis caso a partida termine sem gols e ou até surpreender o time da casa vencendo a partida, a tarefa não é fácil mais dos desafios desta competição, realmente este é o menos complicado, empatar sem levar gols no Barradão pode não ter sido tão ruim assim, mas sem duvida o Leão vai ter que superar para ficar com a vaga.

 

O time de Paulo Cesar Carpegiani tem alguns problemas, sobretudo nas laterais, Léo se recuperou mas deve ficar no banco e como o próprio treinador afirmou temos um problema sério de marcação no lado esquerdo com Wellington Saci, no mais o rubro negro é o mesmo com o jovem Gustavo  de 19 anos, goleiro da Seleção brasileira sub-20 confirmado no gol.

 

Nem tudo é problema, Uelliton e Pedro Ken, são importantíssimos no esquema tático atual e desta vez irão pra partida contra o time alviverde, como já cumpriram a suspensão que o afastaram do primeiro jogo, eles reforçam o meio de campo e com isso o Vitória ganha entrosamento, poder de marcação e mais qualidade na saída para o ataque.

 

O coxa também tem problemas, novamente o time do Marcelo Oliveira não contará com Rafinha e Tcheco que são jogadores importantes deste elenco e sistema tático, melhor para o Vitória que necessita aproveitar melhor as oportunidades que desperdiçou no Barradão para sonhar com a classificação.

 

O Leão tem alguns pontos fortes para explorar no jogo de hoje e se o fizer corretamente, volta para Salvador com a vaga, Marquinhos, Tartá e Pedro Ken são jogadores de velocidade e de boa condução, saber aproveitar os contra ataques é fundamental, outra arma que deve ser utilizada é a bola aérea coma boa presença de Neto Artilheiro do Brasil Baiano, e com os zagueiros e o surpreendente Uelliton, ainda mais que o Coritiba demonstrou ter grande deficiência para se defender desta jogadas.

 

No mais meus amigos, acredito num bom jogo, muito franco como foi no Barradão e com grandes possibilidades do Vitória voltar com a classificação na bagagem, esta é a minha torcida, e o meu grito esta noite é:

 

 

PEGA LEÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

 

 

 

COPA DO BRASIL

Coritiba x Vitória

Local: Couto Pereira, em Curitiba.

Data: 23/05/2012

Horário: 21h50

Árbitro: Sandro Meira Ricci

Assistentes: Rodrigo Pereira Joia e Fábio Pereira

 

Coritiba: Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Willian; Júnior Urso, Lincoln e Everton Ribeiro; Roberto e Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira.

 

Vitória: Gustavo; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

[Botafogo 1×2 Vitória] Raça, suor e classificação


Caros amigos, mas uma vez vou usar esta frase que já esta batida aqui no blog: Adianta seu eu disser que avisei? Isso mesmo eu disse que o Vitória iria para o Rio de Janeiro e iria se classificar em cima do freguês Botafogo lá no Engenhão e que sem essa história da imprensa corrompida baiana de que com Loco Abreu, Jefferson e outros titulares o Botafogo passaria fácil pelo Vitória, esta aí o de vocês.

O jogo começou truncado com o Vitória aguardando o Botafogo e saindo nos contra-ataques e a verdade é que o jogo estava morno, insosso e sem qualquer expectativa de emoção, até que num lance faltoso de Loco Abreu em cima de Rodrigo a bola sobrou para Elkeson marcar, 1×0 Botafogo, após isso amigos, só deu Leão em campo.  O Rubro negro não sentiu o gol, e precisando empatar para levar aos pênaltis e 2 para se classificar direto foi verdadeiramente pra cima e aos 45 minutos o lance que mudou completamente a história do jogo, lançamento na área Neto toma a frente do goleiro Jefferson e a bola vai entrando e na verdade entrou, quando Lucas mete a mão na bola e o arbitro ao invés de arcar o gol deu  Pênalti e expulsou o defensor carioca, Neto Baiano partiu para a bola e o goleiro do Botafogo se adiantou muito e defendeu a cobrança e acabou o primeiro tempo.

Muitos poderiam acreditar que o Vitória iria se abater, mas o Leão rugiu foi alto, desde o começo do segundo tempo foi pra cima e Ricardo Silva tirou Geovanni e colocou Dinei, o time foi em busca do resultado e num lance bem tramado a zaga do Botafogo vacilou e Dinei tocou para trás, Pedro Ken recebeu ajeitou e marcou um golaço empate que já era mais do justo e o Vitória ainda na pressão.

Se esperavam que o time da Toca iria tentar segurar o empate, se enganaram pois foram diversos lances de pura pressão boas defesas de Jefferson e alguns lances de falta de sorte como na bela cabeçada de Neto Baiano quando ele se antecipou a defesa e por pouco não marcou, mas o gol não demorou em mais uma jogada de linha de fundo Wellington Saci lançou na cabeça de Tartá que marcou o gol do triunfo, antes do término o juiz ainda inventou uma expulsão  para Pedro Ken e mesmo assim as melhores oportunidades ainda foram do Leão.

Estamos na próxima fase contra o Coritiba e tenho que ser sincero se vencer domingo e vai ganhar me renderei a Mocota, é Ricardo Silva no comando do Vitória.

PEGA LEÃOOOOOOOOOOOOO!

Douglas: É um goleiraço, boas saídas e duas defesas difíceis, sem culpa no gol. Nota 8,0

Léo: Estava bem, mas se contundiu.

Rodrigo: Sua melhor partida com a camisa do Vitória, foi muito bem. Nota 8,0

Gabriel Paulista: É impressionante ver o futebol deste garoto, anulou o ataque do Botafogo. Nota 8,5

Wellington Saci: Até quem enfim uma boa partida, um ótimo lançamento Nota 8,5

Uelliton: É a expressão de pura raça, jogou muito: Nota 9,0

Rodrigo Mancha: Também foi bem, mas prefiro Neto Coruja: Nota 7,5

Pedro Ken: Um ótimo segundo tempo, golaço e boas jogadas, penas que o juiz inventou uma expulsão: Nota 9,5

Geovanni: Não foi bem, vai ter que voltar pro banco maestro: Nota 4,0

Tartá: Estava mal, mas cresceu com o time, passou a comandar o ataque e mercou o gol da classificação: Nota 9,0

Neto Baiano: Brigou muito, tentou bastante, perdeu uma penalidade e ficou na divida, tem que brigar para se redimir com o gol e com o título domingo. Nota:5,0

Romário: Entrou bem, foi pra cima e fez boas jogadas de ataque, além de neutralizar as investidas pelo lado direito: Nota 8,0

Dinei: Até quem  enfim entrou bem, ajudou muito com um belo p

asse e segurando a defesa adversaria. Nota 9,0

Mineiro: Entrou e deu velocidade, teve a chance de matar o jogo e não aproveitou. Nota 7,0

Ricardo Silva: Hoje foi muito bem, substituiu corretamente e fez o que se esperava dele.

Nota: 10,0

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL

Botafogo x Vitória 

Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Data: Quarta-feira, 9 de maio.

Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA/SP).
Assistentes: Vicente Romano Neto (Asp. FIFA/SP) e Fábio Rogério Baesteiro (CBF/SP).

Cartão amarelo: Brinner, Herrera e Elkeson (Botafogo) / Rodrigo Mancha  e Uelliton (Vitória)

Cartão vermelho: Lucas (Botafogo) / Pedro Ken (Vitória)

Gol: Elkeson (Botafogo) / Pedro Ken e Tartá (Vitória)
Público: 8.816

Botafogo: Jefferson; Lucas, Fábio Ferreira, Brinner  e Márcio Azevedo; Marcelo M

 

attos, Renato, Elkeson (Herrera), Felipe Menezes (Gabriel) e Maicosuel; Loco Abreu. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Vitória: Douglas; Léo (Romário), Rodrigo, Gabriel Paulista e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Geovanni (Dinei); Tartá e Neto Baiano (Mineiro). Técnico: Ricardo Silva.

 

[Vitória x ABC] Vale uma vaga e o comando técnico


O jogo desta quarta-feira às 22:00 horas no Barradão, vale vaga na terceira fase da Copa do Brasil, o Leão rubro negro precisa vencer ou até mesmo empatar sel gols para ficar com a classificação, já o time de Natal precisa vencer ou empatar com gols acima dos dois tentos para cada lado, em caso de 1×1 resultado do primero jogo será efetuada cobranças de pênalti.

O jogo importante tem ainda mais valor para o interino Ricardo Silva, caso triunfe bem, ele poderá ser efetivado como treinador mesmo com a negativa do presidente Alexi Portela, a verdade é que com as negativas de PCC, Jorginho e Marcio Araujo o leque de treinadores possiveis na primeira lista feita pela diretoria foi para o espaço e como existem poucos treinadores de primeira linha disponiveis no mercado, RS precisa apenas fazer um bom trabalho neste jogo que deve ficar com a vaga, pelo menos até o final do campeonato baiano, onde confirmando o título, aí não será surpresa nenhuma que o interino vire efetivo.

VITÓRIA:Renan, Romário, Victor Ramos, Rodrigo, Welligton Saci, Uelliton, Michel, Pedro Ken, Geovanni, Marquinhos e Neto Baiano.

Técnico: Ricardo Silva

ABC: Camilo, Murilo, Flávio Boaventura, Eduardo e Berg; Bileu, Luís Ricardo, Eliélton e Raul; Léo Gamalho e Washington. Técnico: Leandro Campos

Vitória x ABC 2ª fase da Copa do Brasil

Estádio Barradão, em Salvador (BA) 18/04 às 21:50

Árbitro principal: Alício Pena Júnior (MG)
Assistente 1: Márcio Eustáquio S. Santiago (MG)
Assistente 2: Celso Luiz da Silva (MG)
4º árbitro: Cosme Iran Sabino Araújo (BA)

Os ingressos para arquibancada custam R$40 e R$20. Já o setor de cadeiras, exclusivo para o torcedor do Vitória, é comercializado a R$80 e R$40.

Pontos de venda
Loja do Leão – Shoppings Capemi (ao lado do Iguatemi) e Center Lapa
Estação Rubro-negra – Paralela Shopping e Salvador Norte Shopping (rótula do Aeroporto)
Bilheterias do Estádio Barradão
(Nos shoppings a venda será até sábado e no horário de funcionamento dos shoppings; no Barradão, das 9h às 22h, com intervalo param o almoço, e até 20 minutos do segundo tempo do jogo)

SRN

Coleção de Papéis de Parede Leão Minha Paixão-Celebração ECV!


Precisando do triunfo para garantir a classificação, o Vitória começou a partida de forma eletrizante, buscando o gol logo no inicio do jogo. Aos três minutos, Pedro Ken arriscou de longa distância e a bola passou por cima do gol de Ivan. Aos seis, Geovanni fez boa jogada individual, ficou de cara com o arqueiro, mas chutou fraco e o goleiro segurou em dois tempos.

Os primeiros minutos do confronto foram praticamente jogados somente no campo de ataque do Leão, que exerceu uma pressão alucinante sobre o São Domingos-SE. Aos 23, Marquinhos deu um chapéu no defensor e soltou uma bomba, mas o zagueiro Eri salvou em cima da linha.

Com o domínio das ações, o gol era só uma questão de tempo. Aos 27 minutos, Marquinhos recebeu na entrada da área e chutou. A bola desviou na zaga e foi para os fundos das redes, abrindo o placar no Barradão.

Mesmo com o gol, o Leão continuou pressionando os sergipanos no primeiro tempo, mas não conseguiu concretizar as chances criadas.
Vitória amplia e Índio reestreia

Na volta do intervalo, o técnico Nadélio Rocha promoveu uma mudança. Ele sacou o atacante Robinho, que pouco produziu e colocou Fabinho Recife. No entanto, a substituição não surgiu efeito. O Vitória continuou exercendo pressão. Aos 17 Marquinhos carregou pelo meio, armou o chute e mandou por cima do travessão de Ivan. Seis minutos depois, após cobrança de falta, Geovanni mandou na área, Neto Baiano subiu e cabeceou pela linha de fundo.

Aos 36, Após cobrança de falta, Arthur Maia aproveitou falha do goleiro Ivan e balançou as redes, ampliando o placar no Manoel Barradas.

O Rubro-negro ainda desperdiçou algumas chances com o atacante Índio e o placar terminou 2 a 0 para o Leão. Na próxima fase, o Vitória enfrenta o ABC-RN. Agora, o Leão volta suas atenções para o Campeonato Baiano. Neste domingo (18), o time comandado por Toninho Cerezo enfrenta o Bahia também no Barradão.

Ficha Técnica

Vitória 2 x 0 São Domingos-SE – 1ª fase da Copa do Brasil
Data: 14/03/2012
Local: estádio Barradão
Árbitro: Sebastião Rufino (PE)
Assistentes: Marrubson Freitas (DF) e José Nascimento (DF)

Vitória: Renan; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur; Michel, Uelliton, Pedro Ken e Geovanni (Arthur Maia); Marquinhos (Índio) e Neto Baiano. Técnico – Toninho Cerezo

São Domingos-SE: Ivan; Jaedson, Romão, Eri, Cláudio Baiano e Júnior (Jr Terra); David, Nivaldo, Marquinhos (Cezinha) e Clovis; Robinho (Fabinho Recife). Técnico – Nadélio Rocha
Gols: Marquinhos e Arthur Maia

Texto do jogo retirado do Bahia Noticias

 

 

Como prometido, estou dispondo para vocês a coleção de papéis de parede CELEBRAÇÃO ECV 2012, esta foi a forma do blog LEÃO MINHA PAIXÃO de mostrar a gratidão a todos vocês que fazem parte do sucesso desta tribuna e pelo numero expressivo de 200 mil visitantes.

Obrigado e desrutem a vontade!

Valmerson Santana/Leão Minha Paixão

SRN

[Vitória x São Domingos] A semana de decisões começa para o Leão


Para o Vitória esta semana é decisiva, os duelos de meio e fim de semana representam os rumos do clube no ano, nesta quarta feira o Leão enfrenta a equipe do São Domingos  de Sergipe no jogo de volta da primeira fase da competição, o rubro negro precisa vencer para avançar e ainda tem a pressão de mostrar que esta realmente evoluindo, e no domingo acontecerá o maior clássico do norte-nordeste e vencer é importante, e vai muito além da rivalidade.

O técnico Toninho Cerezo realizou treinamento e exigiu que os atletas ensaiassem  cobranças de pênalti, pois caso o jogo termine em 0x0 assim será definida a vaga, 20 atletas foram relacionados e o time deve ser Renan, Nino, Gabriel, Victor Ramos, Mansur, Michel, Uelliton, Pedro Ken, Geovanni, Marquinhos e Neto Baiano.

 

Aproveito a oportunidade para convocar a nação rubro negra a comparecer ao Barradão às 20:30 horas desta quarta-feira dia 14/03/2012 e fazer uma grande festa, impulsionando o Vitória rumo ao triunfo e a classificação.

A concentração foi iniciada na chácara Vidigal Guimarães após o treinamento desta terça-feira. Foram relacionados:

Goleiros – Douglas e Renan
Laterais – Léo, Mansur e Nino
Zagueiros – Victor Ramos, Rodrigo Costa e Gabriel
Volantes – Uelliton, Robston, Mineiro e Michel
Meias – Pedro Ken, Geovanni, Lúcio Flávio e Arthur Maia
Atacantes – Marquinhos, Neto, Dinei e Índio. Vitória X São Domingos – Jogo de volta da 1ª fase da Copa do Brasil.

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: Quarta-feira, 14 de março de 2012.
Horário: 20h30.

Árbitro: Sebastião Rufino Ribeiro Filho (PE).
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e José do Nascimento Júnior (DF).

Vitória: Renan; Nino, Gabriel, Rodrigo(Victor Ramos) e Mansur; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

São Domingos: Ivan; Jaedson, Romão, Cláudio Baiano e Júnior; Robinho, Deivid, Marquinhos e Clovis; Fabinho Recife e Nivaldo. Técnico: Nadélio Rocha.

 

Goleiro Gustavo é convocado para defender a Seleção

A diretoria do Vitória teve uma excelente notícia nesta tarde de terça-feira (13). O goleiro Gustavo, terceiro reserva do time profissional, foi convocado para a seleção Sub-20, que vai disputar a 12ª Copa Internacional do Mediterrâneo, em Barcelona, entre os dias 3 a 8 de abril, além de amistosos em Doha, no Catar.

 

A apresentação do atleta ao técnico Ney Franco será na próxima segunda-feira (19), às 10 horas, no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, no Rio de Janeiro. Seu retorno está previsto para o dia 20 do mesmo mês.

Nascido em Colatina (ES), Luiz Gustavo de Oliveira Pinto tem 19 anos e iniciou sua trajetória com a camisa rubro-negra aos 17 anos.

 

Raimundo Queiroz, Cerezo, Copa do Brasil e comemoração!


Raimundo Queiroz foi apresentado como novo diretor de futebol do Vitória e tratou logo de falar sobre o planejamento e pensamento dele  – “ Vamos subir de qualquer jeito. Uma estrutura igual a do Vitória, um clube como o Vitória, não pode ficar dois, três anos na Série B” – Afirmou.

Logo depois Queiroz falou da expectativa na conquista de títulos nesta temporada e como se deu a sua vinda para o clube – “ É um prazer enorme estar aqui. Recebi outros convites para ir para outros clubes, mas recusei por ficar afastado do Vitória, mas o novo convite do clube foi importante. O Vitória está dando um passeio na segunda divisão. Foi um acidente que aconteceu não ter conseguido o acesso ano passado e isso não tenho dúvida” –

Ao ser questionado sobre as denuncias de corrupção e processos Raimundo Queiroz foi enfático  e criticou PC pelas declarações -“ Quero justificar as críticas, que são infundadas. Não são verdadeiras e até certo ponto desrespeitosas, até porque Paulo Carneiro foi presidente na mesma época que eu. Ele falou bobagens. Nunca tive nenhum processo. Fui em uma delegacia prestar depoimento e dias depois recebi um documento dizendo que todos os meus atos como presidente do Goiás foram normais” –

CEREZO Resolveu me ouvir

Apoiei a vinda de Cerezo e logo na 3º Rodada do baiano quando o Vitória goleou na partida em questão critiquei o treinador pela mudança no esquema tático e a utilização de 3 volantes, após isso vieram as inconstâncias, as mudanças de esquema, e a insistência em Lucio Flavio ao invés de Geovanni, e quando eu decretei o ultimato após o empate contra o São Raimundo em 0x0 dizendo ou muda de conceito ou Fora CEREZO! Eis que ele decidiu optar pelo esquema correto e colocar o que o Vitória tem de melhor em campo. Não foi debalde a boa atuação, e a goleada, isso  foi fruto da coerência e da compactação do meio de campo formado por Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni, por isso Toninho Cerezo se quiser continuar no Vitória, ganhar a confiança da galera e conquistar títulos, ouça essa torcida que entende de futebol.

Copa do Brasil

Os ingressos para a primeira decisão do ano já estão a venda, e o leão terá reforços contra o São Raimundo, Nino e Victor Ramos estarão a disposição, Marquinhos e Romário também não deverão ser problemas, já Rildo e Wellington Saci se esforçam para estarem prontos no BAVI.

Surpresa. Recuperado de uma lesão na panturrilha, , o jogador índio participou normalmente da movimentação, mostrando que está 100% do problema. Ele, inclusive, foi relacionado para o confronto diante dos sergipanos.

Outra surpresa foi o meia Tartá. De volta após um período no departamento médico por conta de uma contusão muscular, o atleta deve ficar pronto para o segundo clássico Ba x Vi do ano, domingo, no Barradão.

Confira a lista do relacionados:

Goleiros: Renan e Douglas

Laterais: Léo, Mansur e Nino

Zagueiros: Victor Ramos, Gabriel e Rodrigo

Volantes: Mineiro, Michel, Róbston e Uelliton

Meias: Pedro Ken, Geovanni, Arthur Maia e Lúcio Flávio

Atacantes: Dinei, Marquinhos, Índio e Neto Baiano

A diretoria de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), divulgou o trio de árbitros que trabalhará na partida entre Vitória e São Domingos, nesta quarta-feira (14), às 20h30, pela Copa do Brasil, no Barradão.

Sebastião Rufino Ribeiro Filho, da Federação Pernambucana, comandará às ações na casa rubro-negra. Ele será auxiliado por uma dupla do Distrito Federal: Marrubson Melo Freitas (Aspirante ao quadro da Fifa) e José do Nascimento Júnior.

O baiano Manoel Nunes Lopo Garrido (CBF) será o quarto (reserva) árbitro no confronto que o Leão precisa vencer para garantir classificação à próxima fase da competição.

Uniformes 2012

O Vitória pretendia usar a modelo Nicole Bahls, ex-namorada do zagueiro Victor Ramos, e a ex-BBB Anamara no lançamento dos uniformes 2012. A apresentação das camisas será dia 27, uma terça, em paralelo à inauguração da loja Planeta Vitória, instalada no Barradão. Com o rompimento do jogador com a modelo acredito que ele será sacada do evento.

 

Comemoração pelos 200 mil acessos

Os papéis de parede já estão prontos, estou apenas fazendo aqueles com as frases que estão sendo enviadas para o blog e para o meu e-mail, acredito que mais do que série de 2011, que será um grande sucesso entre a galera rubro negra, eu particularmente gostei muito.

PS: Desculpe a não publicação dos textos pré e pós jogo contra o Camaçari, um abençoado para não proferir maldição, teve a idéia brilhante de cortar o cabo da minha conexão e fiquei dois dias sem conectividade, por este motivo não publiquei os textos.

SRN

[São Domingos 0x0 Vitória]Decepcionante, ou muda seus conceitos, ou FORA CEREZO


Com erro na escalação e nas alterações Cerezo conseguiu empatar o jogo como ele mesmo pediu a Deus. Se era pra ter mudança no meio de campo quem deveria ter saído era Lucio Flavio e quem deveria entrar era Geovanni e não Lucio Flavio, a mudança mostra a falta de critério do treinador pois Pedro Ken nem entrou nas ultimas partidas e hoje aparece de titular já Geovanni que vem sendo o reserva de luxo fica no banco até 30 minutos do segundo tempo, isso não dá para admitir.

Caso no domingo que vem Cerezo não saque Lucio Flavio do time, independente do futebol praticado e do placar no Domingo contra o Camaçari, Toninho Cerezo terá que ser demitido e que não me venham com Ricardo Silva pelo amor de Deus.

Não vou me alongar muito pois como acompanhei por radinho fica complicado tecer determinados comentários.

São Domingos-SE 0 x 0 Vitória – 1ª fase da Copa do Brasil 2012
Data: 08/03/2012
Local: estádio Presidente Médici, em Itabaiana-SE
Árbitro: Renan de Souza (PB)
Assistentes: Griselildo Dantas (PB) e Luís Corrêa (PB)

São Domingos-SE: Ivan; Carlinhos, Romão, Eri e Júnior; Cláudio Baiano, Marquinhos (Jaedson), Nivaldo e Cloves (Cesinha); Robinho e Deivid (Fabinho). Técnico – Nadélio Rocha

Vitória: Renan; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur; Michel, Mineiro (Arthur Maia), Pedro Ken e Lucio Flávio (Geovanni); Marquinhos (Dinei) e Neto Baiano. Técnico – Toninho Cerezo

Curiosidade: O Vitória só eliminou o jogo de volta em 3 oportunidades!

 

 

Copa do Brasil de 1997

Nº 33: Botafogo 0 x 3 Vitória (12/03/1997, Caio Martins, em Niterói-RJ)
Competição: 1ª Fase da Copa do Brasil de 97
Gols: Gil Baiano (2) e Agnaldo
Público: 2.517
Vitória:
Nilson, Russo, Junior Tuchê, Flávio Tanajura e Esquerdinha; Bebeto Campos (Emerson), Gil Baiano, Preto Casagrande (Hélcio) e Chiquinho Pernambucano (Úeslei); Agnaldo e Bebeto Gama.
Técnico: Arturzinho

Copa do Brasil de 2000

Nº 50: Pinheiros – RO 0 x 2 Vitória (15/03/2000, Cassolão, em Rolim de Moura-RO)
Competição: 1ª Fase da Copa do Brasil de 2000
Gols: Gabrich (2)
Público: 1.069
Vitória: Jean, Wilson, Moisés, Eloy e Leandrinho; Fernandinho, Fernando, Tácio e Fábio Augusto (Marcelo Paulista); Gabrich (Allan Dellon) e Cláudio (Manoel)
Técnico: Marco Aurélio

Copa do Brasil de 2008

Nº 95: Sousa-PB 1 x 4 Vitória (13/02/2008, Marizão, em Sousa-PB)
Competição: 1ª Fase da Copa do Brasil de 2008
Gols: Paulinho (Sou); Jackson, Marquinhos, Moré e Michel (Vit)
Público: 2.477
Vitória:
França, Carlos Alberto, Anderson Martins, Marcelo Batatais e Gustavo; Vanderson, Marcelo Silva, Bida (Willians Santana) e Jackson (Marco Antônio); Marquinhos e Moré (Michel).
Técnico: Vadão

[São Domingos x Vitória] Que Leão entrará em campo hoje?


Em se tratando de Copa do Brasil a participação do Vitória é sempre uma incógnita, a começar pelas estréias, quando foi a ultima vez que o Leão despachou o jogo de volta? Eu realmente não lembro, mas sei que faz um bom tempo, e eliminações vexatórias como a do ano passado também fazem parte do currículo, do time que foi finalista em 2010 com uma campanha brilhante, semifinalista em 2004 e já fez jogos memoráveis como o Palmeiras 2×7 Vitória no Parque Antártica.

Diante deste apanhado eu me pergunto qual o Esporte Clube Vitória que enfrentará o modesto São Domingos logo mais as 20:30 desta quinta feira?

Espero que seja a arrancada de Toninho Cerezo, seja o deslanchar deste time no ano de 2012, que ele tenha a vibração do time de 2010 e o talento de 2004 e que quem sabe venha a ser coroado no final da competição e traga a cereja que faltou na final contra o Santos.

o rubro negro tem verdadeiramente a obrigação de  eliminar na partida de ida o adversário, e digo isso sem desrespeito algum, o Vitória é superior a equipe sergipana e tem que encarar o jogo com postura semelhante, respeitar o oponente não é fingir que ele é algo que não é, mas encarar com a mesma seriedade de que se fosse enfrentar o São Paulo, o Grêmio e o Cruzeiro favoritos do ano na competição.

FICHA TÉCNICA

São Domingos x Vitória

Local: Estádio Presidente Médici, Itabaiana (SE)

Data/hora: 8/3/2012 – 22h (de Brasília)

Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)

Auxiliares: Griselildo de Souza Dantas (PB) e Luis Filipe Gonçalves Corrêa (PB)

 

São Domingos: Ivan, Carlinhos, Romão, Ery, Claudio Baiano e Fernandinho; Marquinhos, Fabinho, David; Nivaldo e Fabinho. Técnico: Nadélio Rocha.

 

VIitória: Renan; Nino, Victor Ramos, Gabriel e Mansur; Pedro Ken, Mineiro, Lucio Flavio (Michel) e Arthur Maia; Marquinhos e Neto Baiano: Técnico: Toninho Cerezo.