[Vitória x Coritiba] O jogo da pressão


VITÓRIA X CORITIBA

Uma verdadeira batalha é o que se pode prevê para o jogo deste sábado pelo campeonato brasileiro, pressionados por melhores resultados, por afastar o perigo de degola e mirar no G-4, rubro negro e alviverde fazem duelo importantíssimo no Barradão.

Ainda sem contar com Escudero e Maxi Biancucchi, Ney Franco resolveu lançar um time com 3 volantes e desta vez Cáceres fará a sua verdadeira função como 3º homem do meio campo, onde ele se destacou jogando as primeiras partidas do comando do treinador. Ele ainda conta com o retorno de Ayrton a lateral direita, com isso Leílson  cede lugar no time e volta ao banco de reservas.

Alex andou como duvida pelo lado do Coxa, mas esta confirmado no duelo, o camisa 10 deve ser marcado de perto por Michel e Luiz Gustavo, pois é verdadeiramente o maestro da equipe, anulando as suas jogadas, o time de Chamusca perde muito da sua ofensividade.

Após um grande período de queda livre, o Coritiba voltou a vencer no brasileiro na ultima rodada em casa para o Santos, já o Vitória vem de duas derrotas e precisa do triunfo em casa para se manter na sexta colocação e mirar o G-4 e afastar qualquer possibilidade de proximidade com o z-4, o time esta pressionado por ter perdido o clássico BAVI depois de 2 anos e meio.

Ney Franco falou da importância da torcida nesse momento para voltar a vencer e disse que conta com a arquibancada para voltar aos triunfos.

Tira-teima

Vitória e Coritiba já se enfrentaram em 3 oportunidades este ano, pela Sulamericana o Vitória venceu no Barradão por 1×0 e depois perdeu pelo mesmo placar e foi eliminado nos pênaltis, pelo campeonato brasileiro eles empataram em 1×1 no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA
Série A
Vitória x Coritiba
Local:
Estádio do Barradão, em Salvador (BA)
Data: 12 de outubro de 2013
Hora: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho(CE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva(PE)  e Carlos Jorge Titara da Rocha (AL)

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Luiz Gustavo, Cáceres e Renato Cajá; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

Coritiba: Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Luccas Claro (Chico) e Diogo; Júnior Urso, Gil, Robinho e Alex; Geraldo e Julio César. Técnico: Péricles Chamusca.

 

[Inter 2×2 Vitória] Uma postura que agrada, faltou o triunfo.


inter x Vitória

Um Vitória animador, assim se define o time de Ney Franco, nada daquele futebol pragmático e com medo do adversario e o discurso derrotado e incoerente no final do jogo. O leão merecia ter saído vitorioso de campo hoje, mas infelizmente algumas falhas individuais ainda aconteceram, mas o empate não foi de todo ruim e agora temos que broca o Náutico no Barradão.

A postura do Vitória me agradou muito, tem que ser assim, tem que atacar, ir para cima, buscar o triunfo, tem certeza que o papa é argentino? Pois os milagres foram do paraguaio Cáceres, dois golaços e jogou muito.

Estou acreditando muito no trabalho de Ney, já tinha dito isso aqui e as palavras dele, me animou.

-Acho que o campeonato é muito equilibrado. O Inter tem uma linha de dois volantes que ajuda muito o sistema defensivo. A tendência do Inter é trabalhar no alto da tabela, mas saímos frustrados, pois poderíamos ter vencido o jogo.

Isso é postura de treinador do Vitória.

-Estamos buscando, estou feliz com a postura da equipe, mas hoje chegou o Renato Santos, eu pedi para trazer o Maia do Joinville e se houver a possibilidade de encontrar jogadores de qualidade, traremos sim, um time grande como o Vitória nunca pode ter o elenco como fechado, a sempre que se reforçar, estamos conversando com a diretoria e se for possível traremos novos atletas sim.

Ao contrario de Caio Junior, é essa vontade que me agrada, é essa postura, essa coerência, que rebanho de tanto essa rsrsrrs, mas a verdade é que com os reforços, o retorno de Maxi Biancucchi e a liberação de Escudero, acredito que o Vitória irá crescer novamente nesse campeonato.

582138_577619248952780_2045461089_n

Wilson: Vacilou novamente em cobranças de falta, não pode dar esse mole com D’Alessandro. Depois foi até bem, mas foi o responsável por não sairmos com 3 pontos NOTA 4.0

Ayrton: Deu condições no lance do segundo gol, tem que acordar, mostra qualidade, mas tem que melhorar o posicionamento. NOTA 5,5

Victor Ramos: Você vai para o banco meu amigo, ou volta a ser profissional, ou prevejo um novo Nadson. NOTA 5.0

Kadu: Uma bela partida, foi bem seguro, e conseguiu bons desarmes, demonstra ter qualidade. NOTA 6.0

Juan: Apoio bastante, tem uma qualidade diferenciada no passe, melhorou a lateral esquerda do time. NOTA 6,5

Michel: Até que enfim resolveu soltar o pé, bater um pouco, isso aí, camisa 05 tem que ser mordedor. N OTA 6,5

Neto Coruja: Ainda esta sem ritmo, mas tem entrega, tem vontade, acredito que ele vai assumir a camisa 5 no esquema 4-4-2 em breve. NOTA 6,0

Cáceres: Que partida foi essa meu filho? Do Paraguai? Que nada o cara é original, dois golaços, jogou tudo hoje, só não levou um 10 porque perdeu aquela chance no fim do primeiro tempo quando matou no peito e chutou por cima. NOTA 9,9

Renato Cajá: Jogou bem, com o apoio de Cáceres e sem obrigação de marcar tanto, fez boas jogadas, quase marca um golaço de placa, mas ainda pode render mais. NOTA 6,0

Marquinhos: Cresceu muito, que partida boa, é isso aí, tem qualidade e esta cavando sua vaga no time. NOTA 9,0

Dinei: Voltou a perder chances, a fase não é boa, consegue triangular, dar bons passes, mas na hora de defini, fica no quase. NOTA 5,0

Felipe: Entrou e conseguiu dar movimentação, foi importante na equipe, e tem qualidade. NOTA 6,5

Ney franco: Conhece do ludopédio, treinador que consegue mudar o esquema, dar padrão tático, além de ser um motivador, recuperou o futebol de Cáceres e Marquinhos e tem corrigido muito a postura do time. NOTA 8.0

FICHA TÉCNICA
Série A
Internacional 2 x 2 Vitória
Local:
Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
Data: 12/09/2013
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (CBF/GO)
Auxiliares: Janette Mara Arcanjo (Fifa/MG) e João Patrício de Araújo (CBF/GO)
Cartões amarelos: Índio e Gabriel (Internacional) / Michel (Vitória)
Gols: D’Alessandro (2x) (Internacional) / Cáceres (2x) (Vitória)

Internacional: Alisson (Muriel); Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Ygor (Josimar), Willians, Otávio e D’Alessandro; Scocco e Leandro Damião (Alex). Técnico: Dunga.

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Neto Coruja (Felipe), Cáceres e Renato Cajá; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

ESTRANGEIROS DO LEÃO SÃO OS MELHORES GRINGOS DO BRASILEIRÃO


Argentinos do Vitória são os melhores ‘gringos’ do Brasileirão

MAXI BIANCUCCHI, ESCUDERO, CÁCERES

Os argentinos do Vitória, Maxi Biancucchi e Escudero, são os dois melhores estrangeiros atuando no Campeonato Brasileiro, segundo a agência espanhola de notícias EFE. Os compatriotas lideram o ranking do prêmio que é dado aos destaques ‘gringos’ na competição nacional.
Biancucchi aparece na primeira colocação e é o grande destaque doLeão no início da competição com quatro gols marcados. Escudero está na segunda posição da lista, enquanto o volante paraguaio Cárceres, que também atua no rubro negro, está na sétima colocação.
O meia norte-americano do Bahia, Freddy Adu, também está no ranking e aparece na 22ª posição. O jogador atuou apenas no segundo tempo da estreia do Tricolor, diante do Criciúma.

Confira a Classificação Completa do Prêmio Efe 2013:
Jogador / País Clube Pontos
01. Maxi Biancucchi (ARG) Vitória 13,0.
02. Damián Escudero (ARG) Vitória 10,0.
03. Nicolás Lodeiro (URU) Botafogo 9,0.
04. Clarence Seedorf (HOL) Botafogo 8,5.
05. Andrés D’Alessandro (ARG) Internacional 8,0.
06. Diego Forlán (URU) Internacional 7,5.
07. Luis Cáceres (PAR) Vitória 6,0.
08. Marcelo Martins Moreno (BOL) Flamengo 5,5.
09. Carlos Tenorio (EQU) Vasco da Gama 5,5.
10. Marcelo Cañete (ARG) Portuguesa 5,5.
11. Walter Montillo (ARG) Santos 5,0.
12. Eduardo Vargas (CHI) Grêmio 4,5.
13. Marcos González (CHI) Flamengo 4,0.
14. Geraldo ( ANG ) Coritiba 4,0.
15 . Hernán Barcos (ARG) Grêmio 4,0.
16. Paolo Guerrero (PER) Corinthians 3,5.
17. Yoshimar Yotún (PER) Vasco da Gama 3,0.
18. Darío Botinelli (ARG) Coritiba 2,5.
19. Patrício Rodríguez (ARG) Santos 1,5.
20. Fabián Monzón (ARG) Fluminense 1,5.
21. Luis Ramírez (PER) Ponte Preta 1,0.
22. Juan José Arraya (ARG) Portuguesa 0,5.
23. Freddy Adu (EUA) Bahia 0,5.
24. Jesús Dátolo (ARG) Internacional 0,5.

[VITÓRIA 3X2 ATLÉTICO-PR] O Leão mostra as garras na selva do brasileiro


GRÊMIO X VITÓRIA

O mini campeonato  brasileiro foi positivo para o Esporte Clube Vitória, na segunda colocação da competição o rubro negro soma 10 pontos e só poderá cair uma posição, pois São Paulo e Grêmio se enfrentam na quarta e a depender do resultado o Vitória poderá cair uma colocação e figurar na terceira colocação até o retorno do brasileiro.

 

Como previsto os desfalques foram sentidos, jogar sem Nino, Renato Cajá, e Dinei não foi fácil, mas o time rubro negro se superou e com muita raça venceu o furacão por 3×2, o Leão teve ainda que driblar o péssimo gramado para chegar ao terceiro triunfo na competição.

 

Mais uma vez os gringos fizeram a festa, comandados por Maxi Biancucchi que novamente foi o destaque positivo.O Vitória abriu o placar com Cáceres, sendo o primeiro gol do Paraguaio no time e que aconteceu após uma bela jogada do camisa 7 que passou rápido pela defesa e tocou para Cáceres chutar forte no canto e vencer o goleiro. Logo após o gol o Atlético-PR chegou ao empate com uma bobeira completa de todo sistema defensivo, primeiro Botelho venceu Dimas, e lançou a bola ficou num bate rebate e Éderson chutou e marcou.

 

Mesmo com o empate o Vitória continuou melhor em campo e após lançamento preciso de Michel, Maxi Biancucchi deixou o zagueiro na saudade e soltou uma bomba para fazer o gol e dá numeros finais ao primeiro tempo.

michel-felipe_eduardomartins-agenciaatarde-ae
No segundo tempo o Vitória voltou buscando o resultado mas não conseguiu marcar e o Atlético cresceu, até porque o treinador colocou o time para frente e após novo vacilo o Luiz Alberto pegou empatou e no lance seguinte o Atlético quase consegue a virada.
No finalzinho do jogo o Leão conseguiu um contra ataque e a bola chegou aos pés de Damian Escudero e ele não decepcionou, o camisa 11 entrou na área e quase foi desarmado pelo zagueir, chegou a cair no lance, mas não desitiu, levantou, cortou e chutou para marcar o terceiro do Leão e decretar o triunfo. Antes do final, o goleiro Wilson ainda teve que fazer duas belas defesas, daquelas de pagar ingresso.

FICHA TÉCNICA

Série A

Vitória 3 x 2 Atlético-PR

Local: Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA).

Horário: 18h30

Data: 09/06/2013

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Auxiliares: Thiago Gomes Brigido (CE) e José Eduardo Calza (RS)
Gols: Cáceres, Maxi e Escudero (Vitória) / Éderson e Luiz Alberto (Atlético-PR)
Público: 4.802 pessoas
Renda: R$ 70.725,00.

Vitória: Wilson; Dimas, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres, Escudero e Marquinhos (Willie); Maxi Bianchucchi (Pedro Oldoni) e Giancarlo (Rômulo). Técnico: Caio Júnior.

Atlético-PR: Weverton; Jonas (Marcão), Manoel, Cleberson (Luiz Alberto) e Pedro Botelho; Juninho, João Paulo, Paulo Baier, Felipe (Marcelo) e Everton; Ederson. Técnico: Ricardo Drubscky.

WILSON Cresceu muito, tem feito belas partidas, tem sido um cara importante. 8.0

DIMAS  O garoto não foi bem, teve muita pressão dos jogadores atleticanos e não estava conseguindo o corte. 4.5

GABRIEL Falhou no gol, mas até que fez  uma boa partida, precisa manter a pegada durante os 90 min. 6.5

VICTOR RAMOS 100 jogos com a camisa do Leão e um a boa partida, VR3 7.5

TARRACHA Falta qualidade, é apenas razoável, se equivale com Mansur 5.5

MICHEL Esta lento, não tem conseguido a mesma pegada dantes da contusão, mas fez um ótimo lançamento para o segundo gol. 6.0

CÁCERES Joga muito, conhece de bola, e fez um gol de muita qualidade. 7.5

ESCUDERO É raçudo, não tem bola perdida, gol de quem tem vontade. 7.5

MAXI BIANCUCCHI É o melhor jogador do elenco do Leão, muito regular, golaço e assistência, 10.0

MARQUINHOS Não dá mais 4.0

GIANCARLO Volta para Ceará meu garoto. 0.0

RÔMULO Em 30 min fez muito mais do que Giancarlo em todas as partidas que ele entrou. 6.5

WILLIE O menino é elétrico conhece do jogo, as vezes precisa soltar mais a bola. 6.0

PEDRO OLDONI Sem tempo para um comentário que seja justo.

CAIO JUNIOR É notório que ele conseguiu dar padrão ao time, precisa as vezes ser mais sábio nas alterações. 7.5

[Ceará 0x2 Vitória] Os gringos querem honrar a história


CEARÁ 0X2 VITÓRIA

Em primeiro lugar quero pedir desculpas pela arte mais ou menos, é que estou no trampo e não tenho recursos para editar.

O JOGO

O Vitória fez o que se esperava dele, foi ao PV e confirmou o favoritismo e manteve o tabu de nunca ter perdido para o Ceará em Copas do Nordeste sendo agora 5 empates e 3 triunfos rubro negro.

Mesmo com a falta de entrosamento e ritmo de alguns jogadores o Leão fez uma partida consideravelmente boa sendo para mim David Braz o unico destaque negativo, os estreiantes mostraram a que vieram, Cáceres mostrou o porque foi escolhido e deu uma bela assistência a Cajá que marcou seu terceiro gol, já Escudero fez um gol digno das tradições gringas no Leão, um gol que lembra a maestria de Petkovic, a rapidez de Ricky, o oportunismo de Aristizabal e toda irreverência de Viáfara. Biancucchi também foi muito bem e mostrou que também deve ocupar um lugar no time de Caio Junior.

Desta vez irei poupar a escalação com 3 volantes, isso porque acho que foi acertada, Cáceres e Luis Alberto chegam com qualidade para apoiar e não deixa aquele hiato que tinhamos com Mancha, Michel e Mineiro ou Fernando Bob, ainda acredito que 2 volantes será melhor para o time mas dadas as circustâncias de desentrosamento e atuação fora de casa foi correto o posicionamento de Caio que até mecheu muito bem ontem, embora eu acredite que ele poderia entrar com Dinei ao invés de Marquinhos no lugar de Nicacio.

No mais o time foi bem, estou surpreso com a consciência tática que Mansur vem ganhando, mesmo com as suas limitações ele vem mostrando um certa evolução e amadurecimento em relação a temporada passada, gostei muito da atuação de Deola não só pela penalidade defendida mas porque ontemrealmente conseguiu ser consistente e espero que seja sempre assim e acredito piamente que Victor Ramos reassumirá a camisa 03 do Leão em lugar de David Braz e Cardoso vai colocar pânico em Mansur e Gabriel Paulista, vai assumir uma das duas camisas.

Agora é aguardar o domingo com Barradão lotado, o time mais entrosado, com reforços e com boa vantagem para ascender as semifinais da Copa do Nordeste 2013 e manter vivo o sonho do hexa campeonato.

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza-CE.
Data: quinta-feira, 14 de fevereiro.
Horário: 21h15 (horário local).
Renda: R$186.613,00
Público: 12.698 pagantes

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE). Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Wilton José Lins da Silva (PE).

 

Gols: Renato Cajá e Escudero (aos 28′ do primeiro tempo e aos 12′ do segundo, respectivamente) para o Vitória.

 

Cartões amarelos: João Marcos (Ceará); Escudero e Luís Alberto (Vitória).

 

Ceará: Fernando Henrique; Eric, Cleiton, Rafael Vaz e Gerley (Lulinha); Diogo Orlando, Gabriel, João Marcos e Ricardinho (Rafael Cruz); Magno Alves e Anselmo (Pingo). Técnico: Ricardinho.

 

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur (Cardoso); Rodrigo Mancha, Cáceres, Luís Alberto e Renato Cajá; Escudero (Maxi Biancucchi) e Marcelo Nicácio (Marquinhos). Técnico: Caio Júnior.

[COPA DO NORDESTE] Quartas de finais no estilo da Copa do Brasil


tabela-de-classificac3a7c3a3o-copa-do-nordeste

Além do mata-mata em jogos de ida e volta as quartas de finais da Copa do Nordeste terá outra grande característica semelhante à Copa do Brasil, trata-se do sistema de peso para os gols fora de casa   como critério de desempate e em caso de igualdade a vaga será decidida através da disputa de pênaltis.

Treino e relacionados

Para a partida desta quinta feira o Vitória deve ter algumas novidades isso porque Cáceres, Maxi Biancucchi e Escudero foram relacionados por Caio Junior e no treino o meia Escudero jogou entre os titulares em lugar de Marquinhos, no segundo período Caio promoveu Maxi em lugar de Alan Pinheiro, e Luiz Alberto parece ter conquistado a vaga que era de Michel, Mancha continua no time por causa da contusão de Coruja e porque Cáceres ainda não está 100% fisicamente, os destaques do treino foram Maxi e Willie pelo time reserva, Deola recuperado assume a camisa 01.

O time titular que iniciou o treino foi formado por: Deola, Nino, Gabriel Paulista , David Braz e Mansur; Luiz Alberto, Mancha,Renato Cajá e Alan Pinheiro; Escudero e Marcelo Nicácio.

Nesta quinta o Vitória enfrenta o Ceará no estádio Presidente Vargas o PV pelas quartas de finais da Copa do Nordeste 2013, este é o primeiro confronto das duas equipes que voltam a se enfrentar no domingo por uma vaga nas semifinais.

Biancucchi marca dois gols, e estrangeiros brilham no jogo contra o Botafogo


treino-ecvitoria-07fev13
Com os três gringos em campo, o Vitória realizou um jogo-treino contra o Botafogo, nesta quinta-feira, pela manhã, no Estádio Manoel Barradas.

Cacéres, Maxi Biancucchi e Escuderoatuaram os 90 minutos e Biancucchi foi o artilheiro do triunfo rubro-negro: marcou dois gols e o placar foi 3 a 0. Lúcio Maranhão também balançou as redes.

Na área reservada ao técnico, Caio Júnior passou os 60 minutos – dois tempos de 30 minutos, sob sol forte nesta quinta-feira de Carnaval em Salvador – ao lado do assistente Eduardo Duca, orientando os jogadores.

Foi um treino positivo, era muito importante para alguns jogadores adquirem ritmo e nada melhor que um jogo, apesar de ser treino. Foram 60 minutos no Barradão e deu para ver que alguns já estão em um nível físico não ideal, mas próximo disso”, comentou o treinador.

Dos novos contratados, Caio acredita que o meia-esquerda Escudero e o volante Cáceres estão quase prontos.

Parece-me que os dois já estão realmente entrando em forma e treinaram muito bem. O Maxi também muito bem e o Cardoso. Foi bem positivo e agora tenho todos à disposição e vamos começar a trabalhar no sentido de buscar a formação ideal”.
content (1)
O técnico rubro-negro observou que apesar de ter todos os jogadores à disposição – Cardoso, Escudero e Cáceres foram regularizados nesta quinta-feira – neste momento é preciso ter muita cautela para o lançamento deles.

Sabemos que temos jogos eliminatórios e precisamos ter muito cuidado porque o importante neste momento são os resultados”, acrescentou o treinador.

Artilheiro do jogo-treino, Maxi Biancucchi confessa que ainda precisa apurar mais a forma física para ficar à disposição de Caio Júnior.

Ainda preciso pegar ritmo. Aqui é muito quente e difícil jogar com esta temperatura tão alta. Estou precisando um pouco de preparo físico ainda”, revela o argentino.

Apesar de ter sido o primeiro jogo teve uma qualidade muito boa a nossa equipe e temos que continuar assim e chegar bem nos campeonatos”, concluiu.

content

Jogo-treino
O time rubro-negro no jogo treino atuou inicialmente com: Gustavo; Jean (do Botafogo), Reniê, Cardoso e Euller; Cáceres, Gabriel Soares e Arthur Caculé; Maxi Biancucchi, Lúcio Maranhão e Escudero.

Nos 30 minutos finais, Caio Jr. colocou o ex-júnior Clayton na zaga, deslocou Cardoso para lateral-esquerda e tirou Euller. Outra mudança: Willie no lugar de Arthur Caculé.

No primeiro tempo, o gol foi marcado por Lúcio Maranhão após excelente assistência de Cáceres. No tempo complementar, Maxi aproveitou um chute de Cáceres que explodiu na trave para ampliar, e depois concluiu uma jogada iniciada por Escudero para definir o placar.

Os jogadores rubro-negros William Henrique e Vander atuaram pelo Botafogo. Willie também começou jogando pelo Botafogo.

Daniel Coutinho, assistida por Ineildes Calheiros e Patrícia Santos, apitou o jogo-treino. Leidiana Nunes foi a quarta árbitra.

content (2)

Aniversário
O volante Neto Coruja, que segue em tratamento de um estiramento muscular na parte posterior da coxa direita, completa 26 anos nesta quinta-feira e recebeu os parabéns dos companheiros. (Site ECV)

Renato Cajá é o novo reforço do Vitória,Biancucchi e Caceres confirmados, outros gringos ainda são aguardados.


Cajá-Home

O leão segue reforçando o seu elenco e o nome da vez é do meia Renato Cajá que estava no Kashima Antlers do Japão, o atleta que foi revelação na Ponte Preta chega com um bom currículo e numa posição que era exercida pelo Pedro Ken.

Ele iniciou sua carreira no Mogi Mirim, onde atuou nas categorias de base do clube paulista. Ele passou ainda por Ferroviária-SP, Juventude, Ponte Preta, Al-Ittihad (ARA), Grêmio, Botafogo e Guangzhou Evergrande (CHI), antes de desembarcar no Japão.

O Leão ainda espera por Escudero, Maxi Biancucchi, Caceres, Luiz Alberto, e Herrera que devem ser anunciados gradativamente até amanhã na Toca.

Há quem acredite que o pacote de reforços com muitos nomes de qualidade já é resultado das constantes pressões pelas eleições no clube que estouraram nas ultimas semanas como foi divulgado aqui no Leão Minha Paixão.

Confirmados pelo clube

O Departamento de Futebol do Vitória confirma para esta terça-feira a chegada de mais três jogadores: o meia argentino Maxi Biancucchi, primo do craque Lionel Messi, do Barcelona; o meia Renato Cajá; e o volante paraguaio Luís Caceres.