Os 5 atos de Caio Junior no Vitória!


CAIO JUNIOR 0S 5 ATOS

A CHEGADA

Quando Caio foi anunciado como treinador do Leão eu não concordei e explicitei os meus temores com ele, mas como é de costume não cornetei e disse que esperaria o seu trabalho para opinar e dizer sobre a aprovação ou reprovação do mesmo. Logo quando começaram os jogos critiquei a incoerência dele no caso de Arthur Maia, e depois a maneira como ele fritou o Fernando Bob de maneira nada profissional e que poderia por todo o elenco  a perder, isso não aconteceu, mas as incoerências dele continuaram com a não utilização de jogadores das divisões de base, que ele mesmo elogiou bastante, se disse entusiasmado, mas na pratica vimos os garotos sumirem.

111785

AS CONTRATAÇÕES

O que mais me agradou em Caio durante esses 8 meses foram as contratações, Escudero, Maxi Biancucchi, Renato Cajá, Luis Alberto, Cáceres, Botinelli ( que deu entrevista dizendo que o Vitória ofereceu mais, mas ele preferiu o projeto do Coritiba) e Herrera( esteve fechado e depois estranhamente decidiu não vim). Empolgou-me, como o cara conseguiu fazer Alexi Portela abrir a mão? Entrar em leilão, contratar? Ganhou o meu respeito com isso, realmente a melhor montagem de inicio de ano do clube e as especulações estavam cada vez melhores, Nilmar, Ricardo Oliveira, Adriano, jogador de parar o Aeroporto, bancou Wilson e por fim André Lima, acertou muito.

É claro que houve erros também e isso é normal, David Braz, Fabricio, e Camacho não deram certo ( Tarracha, Daniel Borges, Lucio Maranhão e Giancarlo não foram indicados por ele), Porém as saídas de Arthur Maia e Willie foram precipitadas.

caiojunior_09052013_thiagopereira_1

COPAS DO NORDESTE E DO BRASIL, E CAMPEONATO BAIANO

O Vitoria não conseguiu  confirmar o favoritismo na competição regional, e acabou eliminado dentro do Barradão de uma maneira melancólica pelo Ceará, mas ainda sim o futebol que o time começava a jogar fundamentava o trabalho de Caio Junior. Só que logo depois o time foi eliminado na Copa do Brasil pelo modesto Salgueiro na Arena Fonte Nova e ai seu trabalho ganhou as primeiras criticas de maneira mais incisiva.

O passeio no campeonato baiano foi o ápice do trabalho de Caio, as goleadas acachapantes sobre o maior rival e a recuperação do titulo deixou o treinador com bom status entre a torcida e imprensa, embora eu continuasse fazendo criticas as incoerências do nosso treinador.

caiojunior_22052013_felipeoliveira_2

DIVISÃO DE BASE

Caio chegou ao clube e sua fala inicial me agradou muito.

– Assisti aos jogos da base, o time campeão do Brasil e estou entusiasmado, que jogador o Arthur Maia, o Gabriel Soares tem um nível muito acima, para mim e motivo de muita alegria, me deixa muito entusiasmado poder trabalhar com esses jovens talentosos, acredito que vamos fazer um grande trabalho, o Matheus é muito seguro, junto com as contratações vamos montar um grande elenco.

-Sim, vou utilizar a base, gosto de jogar com jogadores novos, dar oportunidades a base, mesclar com jogadores experientes e tendo isso aqui me agrada muito.

Na teoria foi isso ai, mas quando chegou em campo vimos Arthur Maia ser fritado em 45 minutos , Gabriel Soares tão festejado pelo treinador nunca ter tido oportunidade, Matheus Salustiano e Josué preteridos por David Braz e dai começa a debandada.

Arthur Maia, Willie, Alan Pinheiro, e Léo foram desprezados e emprestados, Leílson o único que parece de fato agradar, vive lesionado e Euller, Dimas e Gustavo só entraram por força do destino, mas não ficarão no time.

O discurso e a pratica mostram a incoerência do treinador, mostram o quanto ele não faz uso daquilo que ele mesmo diz acreditar. Edson Magal que o diga.

g_2013316174025909

CAMPEONATO BRASILEIRO

O inicio espetacular do rubro negro no campeonato brasileiro deixou todos encantados, o G-4 era a moradia do Leão e as boas apresentações com um time consistente nos fizeram acreditar que dava para chegar longe( embora eu em todo momento continuasse com o meu discurso de que brigaríamos entre 8ª e 12ª colocação e que se mais reforços chegassem, ai sim brigaríamos para beliscar uma vaga na Libertadores). Porém aquele futebol sumiu, as contusões se multiplicaram, as derrotas apareceram e um time pragmático, previsível,  sonolento e etc é o que vemos em campo, e o pior de tudo isso e ouvir a cada derrota que o resultado foi injusto. O Vitoria levou cinco do Cruzeiro e ao fim do jogo Caio disse que o time cresceu e teve chances de empatar o jogo, quando na verdade Wilson foi o responsável para não levarmos uma derrota ainda mais acachapante.

Perdemos para o Corinthians e para o Santos sem o time demonstrar postura tática, sem raça ou vontade de ganhar o jogo, com um bando perdido em todos os setores, e ao final o discurso é sempre o mesmo, não fomos felizes, a bola não entrou, bláblábláblá e ontem o que para mim foi a gota d’água.

-Perdemos o jogo, mais particularmente eu acho que esse foi o melhor jogo do Vitória fora de casa.

Se eu fosse o Franciel eu ia largar aquele palavrão clássico em seus textos, mas quero apenas dizer que você abusa da inteligência do torcedor, e demonstra ainda mais o quanto você e incoerente, apesar de não gostar de mudanças de treinador, hoje se isso acontecer eu não criticarei a diretoria.

PS: Parabéns a Felina Jessica Gomes pelo seu aniversario, muitas felicidades  e um Vitória mais competitivo para você. Abraços e esta devendo novos textos.

O OLHAR DA FELINA

[VITÓRIA X ATLÉTICO MG] Com Barradão lotado o sub-20 vai tentar repetir o feito do sub-15 e ser campeão da Copa do Brasil.


tampao_site

Um grande confronto está marcado para a terça feira 11/12/12 às 19:00 horas e a promessa é de um grande publico para assistir ao primeiro jogo da final entre Vitória e Atlético MG valendo o título da Copa do Brasil sub-20, ambos já garantiram vaga na taça libertadores da categoria em 2013.

A semana foi de intenso trabalho na Toca e com a recuperação do zagueiro Clayton o treinador Carlos Amadeu ganhou mais este reforço e poderá mudar a equipe titular, outra posição indefinida é o ataque, onde Marcone e Alan Pinheiro brigam pela titularidade.

O jogo também é a despedida do Vitória em 2012 e encarado como o grande presente depois do acesso a série A, o Leão chega a final após ter batido: América MG(atual campeão), Palmeiras, Cruzeiro, e Grêmio, havia a expectativa do clássico BAVI mas o rival foi eliminado na semifinal pelo galo.

A expectativa é que o Leão vença o jogo e abra vantagem para o jogo de volta em Minas, melhor ainda é vencer sem sofrer gols o que dá ainda mais vantagens para equipe rubro-negra, de acordo com o treinador Carlos Amadeu deve ser um jogo muito aberto com as duas equipes buscando sempre o ataque e que isso é muito bom, já que o Vitória é um time bastante ofensivo e com isso terá bastante espaço para buscar surpreender o adversário que tem estilo de jogo bem parecido.

476980cb289935c8eac8e4e-campeao2

Uma motivação extra para os garotos é a presença confirmada do novo treinador do clube, Caio Junior já disse que conhece bastante a base do Vitória e que será um prazer trabalhar com estes jovens talentos, os meninos da Toca de olho em uma vaga no time de cima darão a vida para impressionar o treinador.

Em 2010 a equipe do sub-15 foi campeã da Copa do Brasil da categoria e agora é a vez do sub-20, que tem quatro jogadores na seleção brasileira, Gustavo, Mansur, Gabriel Soares e Willie viajam e se apresentam para servir o país logo após a partida e isso comprova ainda mais a força desse time e bom trabalho desenvolvido pela divisão de base do Vitória através de Carlos Amadeu, João Paulo(coordenador da base) e Epifânio Carneiro.

385081_457307867650586_1276877904_n

O Leão deverá ir a campo com: Gustavo, Dimas, Josué, Clayton(Matheus), Mansur, Edson, Gabriel Soares, Arthur Maia, Mauri, Willie, Alan Pinheiro. TÉC: Carlos Amadeu.

Estão concentrados os seguintes jogadores: Gustavo, Ruan, Dimas, Guilherme, Josué, Matheus Salustiano, Clayton, Gabriel Araújo, Mansur, Iuri, Edson, Gabriel Soares, Arthur Maia, Mauri, Agdon, Alan Pinheiro, Willie, Marcone, Vinícius, Nathan, Wonbum Lee e Diego.

5

Vitória tem 4 jogadores convocados para seleção sub-20 e jogo decisivo contra o Grêmio!


Fato inédito na história do futebol nordestino: um clube, o Vitória, teve quatro jogadores convocados para a Seleção Brasileira sub-20. A seleção vai disputar o Sul-Americano da Argentina. A lista foi divulgada, nesta segunda-feira, pela CBF e os rubro-negros selecionados são o goleiro Gustavo, capitão da seleção, lateral-esquerdo Mansur, volante Gabriel Soares e atacante Willie.

Três outros clubes – Grêmio, Flamengo e Botafogo – tiveram três jogadores selecionados. Fluminense e Vasco cederam dois atletas cada.

A apresentação dos 27 será no dia 10 de dezembro para iniciar o período de preparação na Granja Comary. O Brasil estreia no Sul-Americano Sub-20 da Argentina no dia 10 de janeiro, contra o Equador. Além das duas equipes, o Grupo B da competição contará com Uruguai, Peru e Venezuela, e a cidade chave será San Juan.

O Brasil tentará a conquista do tetracampeonato. Em 2007, no Paraguai, 2009, na Venezuela, e 2011, no Peru, o Brasil ficou com a taça. Ao todo, a Seleção já conquistou o título 11 vezes e é o maior vencedor do Sul-Americano Sub-20.

A competição dará quatro vagas para o mundial da categoria, que será disputado nos meses de junho e julho, na Turquia.

COPA DO BRASIL SUB-20

O  Vitória enfrentará o Grêmio pela Copa do Brasil sub-20 às 19:30 desta quarta-feira no Barradão os ingressos estão sendo vendidos a RS 10,00 no próprio estádio e a partida é valida pela semifinal da competição, é o primeiro jogo e o Leão precisa de um bom resultado para decidir a vaga no Rio Grande do Sul, o finalista garante vaga na libertadores da categoria.

[VITÓRIA 5X2 CRUZEIRO] Classificação para semifinal contra o Grêmio


Texto do Globoesporte.com

O Vitória não teve problemas para confirmar sua classificação para as semifinais da Copa do Brasil Sub-20. Com uma vantagem de 2 a 0 construída na semana passada, em Salvador, diante do Cruzeiro, o time poderia perder até por um gol de diferença nesta terça, em Sete Lagoas, interior de Minas, para se classificar.

Mas com um futebol superior ao dos donos da casa, o Vitória voltou a vencer, desta vez por 3 a 2, com dois gols de Marcone e um de Arthur Maia. Com a fatura liquidada, o Vitória deu espaços e ainda sofreu dois gols, ambos do artilheiro Vinícius Araújo, que chegou a nove na competição. Agora, o Leão vai encarar o Grêmio nas semifinais da competição. O Tricolor gaúcho eliminou o Fluminense nas quartas.

O jogo

Com boa vantagem, o Vitória entrou em campo valorizando a posse de bola e pressionando o adversário na marcação. Se não permitia que o rival criasse, a situação ficou ainda melhor aos 25, quando Marcone fez um gol de cabeça onde contou com a colaboração do goleiro Igor, que aceitou entre as pernas. Na comemoração, o camisa 7 baiano homenageou um ídolo dos dois times, falecido na última semana, Alex Alves. O garoto mostrou gingado na capoeira.

A esta altura, o Leão podia perder até por 3 a 1 que ficava com a vaga, mas aos 15 minutos da etapa final Marcone voltou a marcar, só que de pênalti. Desta vez, a comemoração foi ao melhor estilo arqueiro, atirando uma flecha para as câmeras.

O Vitória ainda fez mais um, com o maestro da equipe, Arthur Maia, aos 44 minutos da etapa final. Ele iniciou a jogada no meio-campo, com um passe de peito, e ainda teve fôlego para chegar na entrada da grande área e fuzilar o goleiro.

No apagar das luzes, a estrela do artilheiro da Copa do Brasil Sub-20 começou a brilhar. Aos 45, Vinícius Araújo recebeu na área, se livrou do marcador e mandou para as redes. Um minuto depois, ele cobrou pênalti no cantinho para fechar a conta em 3 a 2 e chegar a seu nono gol na competição. Só que já era tarde e o Leão ficou com a vaga de forma merecida.

CRUZEIRO 2 X 3 VITÓRIA

Partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil Sub-20
Data: 20/11/2012
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Árbitro: Flávio Henrique Coutinho Teixeira (MG)
Gols: Marcone aos 26 minutos do segundo tempo. Marcone aos 16 minutos, Arthur Maia aos 44 minutos e Vinícius Araújo aos 45 e 48 do segundo tempo

Cruzeiro
Igor; Mayke, Alex, Wallace e Vinícius Freitas (Victor Hugo); Eurico, Bruno, Éber (Lynneeker) e Alisson; Pedro Paulo (Rodrigo Dias) e Vinícius Araújo.
Técnico: Paulo Ricardo Castro

Vitória-BA
Gustavo; Dimas (Guilherme), Raphael Fontes, Josué (Matheus) e Gabriel Araújo (Iuri); Edson, Gabriel Soares; Mauri e Arthur Maia; Alan Pinheiro e Marcone.
Técnico: Carlos Amadeu

Cartões Amarelos: Vinícius Araújo, Vinícius Freitas e Alex (Cruzeiro); Arthur Maia e Edson (Vitória-BA).

 

Treino teve mudanças Importantes, Neto Baiano, Deola e Arthur Maia apareceram no time titular


Carpegiani deu prosseguimento na tarde desta quarta-feira à preparação do time do Vitória para jogar contra o CR Brasil, sábado, às 16h20, no Estádio Manoel Barradas. O técnico comandou um treinamento tático-coletivo no campo do Barradão.

Para substituir Gabriel, com três cartões amarelos, Carpegiani revezou os zagueiros Dankler, que atuou em Paranaguá, contra o Atlético (PR), e Rodrigo Costa. Deola assumiu o gol e outra experiência foi a substituição de Marquinhos por Arthur Maia.

No comando do ataque, o artilheiro do Brasil, Neto (37 gols) atuou no time com camisa amarela.
Carpegiani antecipou para a manhã o treinamento desta quinta-feira, que estava programado para 15 horas. O treino de sexta-feira também será de manhã e depois a equipe concentra na chácara Vidigal Guimarães.

Na primeira parte do treinamento desta quarta-feira, Carpegiani deu ênfase à parte tática para posicionar a defesa. Em seguida, treinou bola parada e, por último o coletivo que o time com colete preto venceu por 3 a 0, gols de Marcelo Nicácio, Mineiro e Alan Pinheiro, do time sub-20 e que foi integrado ao grupo profissional, assim como o volante José Welisson, campeão da Copa Internacional 2 de Julho.

Deola; Nino, Dankler, Victor Ramos e Léo; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leílson; Arthur Maia e Neto Baiano.

Por causa de um trauma no dedo do pé direito, o meia-atacante Tartá foi poupado do treino com bola.
Os jogadores Mansur e Marco Aurélio continuam a fase de fortalecimento muscular no Centro de Fisiologia e nesta quinta-feira devem ser liberados para a etapa de transição com o professor Alex Fernandes.

Neste processo de transição já estão os meias Eduardo Ramos e Felipe e o volante Neto Coruja.
Dinei é o único jogador ainda entregue ao departamento médico. O médico Rodrigo Vasco da Gama acredita que segunda-feira o atacante esteja liberado para as atividades no campo.

Presente

Depois do treino desta sexta-feira, o meia Pedro Ken recebeu de presente das irmãs Katiele e Lorena Galvão um exemplar do livro “Mahatma Gandhi”. Torcedoras rubro-negras, elas são fãs do jogador.

“É sempre gratificante ter o reconhecimento do torcedor. Peguei o gosto pela leitura com meu pai e sempre antes de dormir, principalmente na concentração e quando estou viajando, leio bastante”, confessou o jogador.

Nino e Pedro Ken a disposição


Paulo Cesar Carpegiani esta ganhando reforços importantes, além da lateral esquerda, setor onde o elenco tem tido bastante problemas e possivelmente será resolvido com a chegada de Dener nesta sexta feira, a lateral direita terá o reforço de Nino que esta recuperado de lesão e fez trabalho físico hoje na Toca do Leão e do meia Pedro Ken que também fez atividades, ambos poderão treinar com bola a partir da segunda feira.

Arthur Maia e Mansur, serão submetidos a exame nesta sexta e caso não acuse mais nada, os jogadores também ficarão a disposição de PCC, agora só falta o goleiro Renan que deve ficar a disposição contra o time que o revelou o Avaí, aqui mesmo no Barradão!

[Vitória 3×2 Feirense] Carpegianni e Ednilson Senna Terão muito trabalho


O Leão venceu na tarde de hoje com dificuldades a equipe do Feirense e se classificou a final do campeonato baiano e de quebra garantiu vaga na Campeonato do Nordeste 2013, agora o Vitória espera o jogo entre Bahia x Conquista para conhecer o seu adversário, antes da final o rubro negro encara o Botafogo pela Copa do Brasil nesta quarta no Barradão.

O JOGO

O Vitória começou sufocando como era esperado, com maior posse de bola o Leão partiu para cima e o adversário apenas se defendia tentando garantir a vantagem frágil do empate que possuía, aos 14 minutos Rildo recebeu a bola e lançou, Pedro Ken de cabeça abriu o placar, Vitória 1×0 Feirense, com o gol a equipe de Senhor do Bomfim saiu para o jogo e aumentou os espaços, o goleiro Renan salvou em duas oportunidades e no fim do primeiro tempo, Léo fez uma jogadaça e marcou um lindo Gol  fazendo 2×0 Vitória e dando números finais ao primeiro tempo.

Os times voltaram sem mudanças, mas com a equipe natural de Feira pressionando, e diminuindo com Danilo Cruz aos 7 minutos, ele percebeu Renan adiantado e bateu fazendo o gol. O Jogo ficou perigoso o rubro negro não rendia em campo e os visitantes queriam o segundo gol, neste momento saiu Rildo e entrou Tartá, o tartaruga ninja trouxe dinamismo e recuperou a posse de bola e num contra ataque ele recebeu e não foi fominha tirou do goleiro e deixou Neto Baiano livre para brocar mais um, Vitória 3×1 Feirense. Neste momento era esperado que o jogo ficasse tranquilo e que a classificação já estaria selada, mas logo na saída o Feirense foi para o ataque e Danilo Cruz experimentou de longe e Renan aceitou 3×2 e verdadeiro sufoco no jogo.

O jogo recomeça entra Arthur Maia e sai Geovanni que acabará de perder um gol feito, e sua segunda jogada Maia foi derrubado e o zagueiro Valdo foi expulso, quem acreditava na facilidade, se enganou  os feirenses continuaram melhor e atacando o Vitória que se fechou e passou a esperar o contra ataque, Ricardo Silva ainda colocou Rodrigo Mancha no lugar de Pedro Ken para garantir o resultado que acabou prevalecendo.

O filho e assistente do treinador Carpegianni assistiu ao jogo e pode fazer as primeiras anotações do Vitória, PCC chega ainda hoje a Salvador e será apresentado amanhã, junto com ele, chega Ednilson Senna que retorna ao clube para ser o preparador físico.

Ficha técnica – Vitória 3 X 2 Feirense 
Jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano.
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: Sábado, 28 de abril.
Horário: 16h.
Publico ( em minutos)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Raimundo Carneiro de Oliveira.

Vitória: Renan; Léo, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni; Rildo (Tartá) e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

Feirense: Naldo; Angelo, Valdo, Alysson e Reivan; Baiano, Ananias, André e Danilo Cruz; Paulinho (Jucimar) e Hermínio. Técnico: Ednaldo Oliveira.

O SUB-20 Também garantiu vaga na final após empatar com o Fluminense em 0x0.

[VITÓRIA 6X1 FEIRENSE] Um resultado para dar moral


O Vitória não deu chances ao seu adversario das semifinais do campeonato baiano, o Feirense foi massacrado sem piedade a goleada de 6 a 1 foi até pouco já que o rubro negro passou a administrar o resultado no segundo tempo e mesmo assim ainda desperdiçou inumeras oportunidades. O destaque da partida foi o atacante Marquinhos, autor de três gols. Outro que mostrou um bom desempenho foi Arthur Maia que a cada jogo vem mostrando mais personalidade e começa a justificar o futebol que o fez ser a grande promessa das divisões de base.Vitória e Feirense voltam a se enfrentar nas semifinais do baianão.

Noss primeiros minutos parecia que o Vitória não teria vida fácil. O Feirense queria triunfar e obter as vantagens, para isso tomou a iniciativa e chegou com perigo por duas vezes. Logo no início, Jaiminho arrancou pela direita, tentou o cruzamento e chutou para fora. Logo após, Renan foi obrigado a sair do gol para fazer uma defesa, Mas o ímpeto parou por aí. Aos sete minutos, Geovanni cobrou escanteio, o goleiro Feirense socou mal a bola, e Dinei cabeceou para o fundo das redes. Dois minutos depois, o Leão ampliou o placar. Dinei recebeu em profundidade e chutou forte para a boa de defesa de Uóston. No rebote, Arthur Maia deixou o dele.

O Vitória continuou pressionando e aos 14 minutos Arthur Maia chutou de fora da área e o goleiro Uóston se esticou todo, e fez uma defesa de pagar ingresso evitando o que seria um golaço do jovem da base. 18 minutos e o Feirense consegue diminuir após jogada de bola ensaiada, Sandro cruzou , o zagueiro Rodrigo se atrapalhou e marcou contra. Parecia que o Feirense iria reagir,mas aos 20 minutos, após cobrança de escanteio, Uelliton mandou de cabeça para o gol.

Só o Leão que atacava no jogo. Aos 37 Arthur Maia passou com maestria, Marquinhos sozinho não vacilou e marcou.  Cinco minutos depois Marquinhos marcou novamente, Geovanni mostrou toda a sua categoria e mandou na caeça do camisa 11 que brocou novamente. Com isso o melhor do norte/nordeste deu numeros finais a primeira etapa

Uma coisa era verdade no ínicio do segundo tempo, ou o Leão continuava em cima e aplicava uma goleada histórica ou apenas segurava o resultado e mesmo encontrando facilidades o rubro negro decidiu apenas deixar o tempo passar,O time de Feira até que tentou diminuir o vexame, já que o Vitória tinha diminuido o ritmo e até começou a se poupar, mas pouco foi feito e não houve surpresas, o goleiro Renan quas ençao viu a cor da bola. Mesmo sem muito esforço, o Leão chegou ao sexto gol. Aos 23, Marquinhos recebeu belo passe de Rodrigo Mancha e encobriu o arqueiro do Feirense. É o terceiro do atacante na partida.

Com o resultado na mão, o Leão se limitou a tocar a bola e controlar a partida até o apito final.

O Vitória espera agora até quarta feira quando enfrenta o ABC-RN pela Copa do Brasil no Barradão, a diretoria também promete divulgar a contratação do novo treinador, apesar de eu acreditar que eles vão acabar fazendo a alegria de Mocota e efetivando Ricardo Silva.

Foto da pintura das arquibancadas do BARRADÃO

FICHA TÉCNICA
Vitória 6 X 1 Feirense
Local: Barradão
Data: Domingo, 15 de abril.
Gols: Dinei, Alysson (contra), Arthur Maia, Marquinhos (3x); Rodrigo (contra)
Árbitro: Marielson Alves Silva.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Kleber Moradillo da Silva.

Vitória : Renan; Léo, Victor Ramos, Rodrigo, Wellington Saci; Michel, Ueliton, Arthur Maia e Geovannni (Lúcio Flávio); Dinei (Rildo) e Marquinhos

Feirense

: Uoston; Angelo, Valdo, Alysson (Everton) e Sandro; Ananias, Alexandre, Gilcimar e Danilo Cruz; Jaiminho (Tite) e Ermínio

PARTICIPE DA ESCOLHA DO 3° MANTO DO ESPORTE CLUBE VITÓRIA:

http://enquete.ecvitoria.adss.com.br/

[VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO] QUANDO O GAME OVER ERA DADO COMO CERTO, ELE INSERIU NOS CREDITOS.


Ameaçado no cargo o treinador Toninho Cerezo decidiu não inventar, fez o simples mantendo a base da ultima partida mesmo esta não tendo sido bem no jogo em questão, as mudanças ficaram por conta de Douglas retornando ao gol e Rodrigo fazendo a sua estréia, no mais o time foi o mesmo.

Diferentemente da partida contra o Serrano os jogadores iniciaram buscando o jogo e levando perigo, mas o time do Atlético tem atletas de uma certa qualidade, Tácio, Garrinchinha, Deon e Robert levaram perigos em duas oportunidades e Douglas foi muito bem, o jogo ficou sem criatividade com os laterais presos e Lucio Flavio e Mineiro sem apresentar um bom futebol, Arthur Maia até que tentava mas sem participação não tinha como ser efetivo, mas mesmo assim o gol saiu, cobrança de escanteio e toque de cabeça no primeiro pau encontrando Neto Artilheiro do Brasil Baiano que chutou forte e abriu o placar Vitória 1×0 Atlético, depois disso o Vitória passou a ter mais volume, porém sem muita efetividade, ainda mais que Marcos Paulo esteve bem no gol adversário.

O primeiro tempo se encaminhava para o fim, quando em um contra ataque fulminante, Lucio Flavio, lançou Arthur Maia, o zagueiro chegou antes e jogou a bola pra lateral, porém Maia foi inteligente e cobrou rápido em Mineiro que disparou em direção ao livre e foi derrubado dentro da área, Pênalti! Neto Baiano partiu e marcou o segundo dele e do Vitória na partida, fim de primeiro tempo.

Na segunda etapa o Vitória veio mais tranqüilo para o jogo e desde o inicio sufocou o adversário que em jogada rápida de Léo teve um jogador expulso, aí foi só alegria, Lucio Flavio quase marca em linda cobrança de falta que o goleiro salvou milagrosamente mandando para escanteio, e foi justamente neste lance que veio o gol mais bonito da partida, após a cobrança Gabriel dominou no peito e bateu de bate pronto fazendo o terceiro do Leão, Toninho atendeu a torcida e colocou Geovanni no lugar de Lucio Flavio e G10 mostrou sua qualidade sendo participativo, chamando a responsabilidade e até orquestrando a torcida, ele e Nino que entrou no lugar de Romário deram velocidade ao Vitória que desperdiçou muitos contra ataques, Marquinhos foi bem, mas longe daquilo que sabemos que ele pode render, esteve muitas vezes impedido e adiantando demais a bola, o mesmo acontecendo com Mineiro que vinha mal, mas queimou a língua de muitos quando acertou um chutaço de fora e marcou o quarto do Vitória.

Dankler entrou no lugar de Rodrigo e jogo ficou definido da seguinte forma, Nino recebe, corre,e  toca em Arthur Maia que  empurra para Marquinhos e Mineiro, foram vários lances assim, em duas oportunidades Maia chutou de fora e quase marcou, gostei da partida dele muito participativo, mas ainda sem a confiança necessária o que deixou intranqüilo em alguns momentos, tal como a chance de gol que ele recebeu livre, bateu forte e Marcos Paulo defendeu. O Vitória ainda queria mais, Geovanni cobrou falta e o goleiro mais uma vez fez grande defesa, e quando tudo se encaminhava para 4×0, eis que Mineiro deu um chutão na bola, Marquinhos correu e evitou a saída, Arthur Maia atrás e Neto Baiano e Geovanni na área eram as opções, ele lançou rasteiro e Neto Artilheiro do Brasil Baiano tirou o goleiro, virou a cara e marcou, VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO, Cerezo se salvou e agora vem a Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA: Vitória 5 x 0 Atlético de Alagoinhas
Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).
Data: Domingo, 4 de março.
Horário: 16h.
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jefferson Abel Ferreira Lima.
Gols: Neto Baiano (3x), Gabriel Paulista e Mineiro
Público: 4813 pagantes.
Renda: R$ 41.970,00.

Vitória: Douglas; Romário (Nino), Gabriel, Rodrigo e Léo; Michel, Mineiro, Arthur Maia e Lucio Flávio (Geovanni); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico Cerezo

Atlético: Marcos Paulo; Ademir (Antônio Carlos), Bira, Rogério e George; Fausto, Tácio, Garrinchinha (Lazáro) e Narciso; Robert e Deon. Técnico – Lameu (interino).

PS: Maiores artilheiros da história do Barradão


Rank Jogador Gols/Temporada(s)
1 Ramon Menezes 44/ 5
2 Allan Dellon 40/7

3 Neto Baiano 38/3
… 3 Neto Baiano 38 3

Rumo A Lideranca Neto … !

Alguém duvida que ele vai assumir a liderança?

Resultados de 13º rodada do Campeonato Baiano
Fluminense 0 x 2 Bahia
Vitória 5 x 0 Atlético
Bahia de Feira 3 x 0 Juazeirense
Camaçari 1 x 1 Serrano
Feirense 3 x 1 Vitória da Conquista
Juazeiro 1 x 0 Itabuna

[Vitória x Atlético] A ultima chance de Cerezo!


Com uma campanha pra lá de irregular no campeonato baiano 2012, Toninho Cerezo esta ameaçado no cargo e um insucesso hoje pode gerar a demissão do treinador que não esta agradando em nada neste momento. Há quem afirme que mesmo ganhando o mineiro pode deixar o Vitória hoje, e que só uma boa atuação da equipe com triunfo salvaria Cerezo da degola.

 

Vitória cheio de mudanças

 

Para tentar se manter, Cerezo promoverá mudanças na equipe afim de dar uma sacudida no elenco no jogo de hoje, Léo e Rodrigo entraram por causa das suspensões de Mansur e Victor Ramos, Renan deve dar lugar a Douglas no ridículo processo de rodízio de goleiros, mas é no meio que as coisas de vem acontecer. Mineiro, Arthur Maia e Lucio Flavio estão ameaçados por Robston, Pedro Ken e Geovanni respectivamente e há quem garanta que o Vitória irá a campo com Michel, Robston. Arthur Maia e Geovanni neste setor, agora é esperar para ver!

 

 

FICHA TÉCNICA

Vitória x Atlético-BA

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).

Data: Domingo, 4 de março.

Horário: 16h.

Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.

Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jefferson Abel Ferreira Lima.

 

Vitória: Renan (Douglas); Romário, Dankler (Rodrigo), Gabriel e Léo; Michel, Mineiro (Robston), Lúcio Flávio (Geovanni) e Arthur Maia (Pedro Ken); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

 

Atlético: Marcos Paulo; Ademir, Rogério, Bira e George; Fausto, Garrinchinha, Tácio e Marcos Neves; Roberto e Deon. Técnico: Lameu.