[VITÓRIA 0X0 BAHIA] Um clássico movimentado, mas com placar frustrante


VITÓRIA X bahia

O reencontro do maior clássico do norte/nordeste com a primeira divisão foi cercado pela expectativa das torcidas pelo bom momento da dupla BAVI na competição, O Vitória buscava o triunfo e a liderança, já o Bahia queria o primeiro triunfo sobre o rival  e o G4 mas o placar final foi frustrante para ambos que agora figuram na 5ª e 6ª colocação respectivamente.

Eu havia afirmado aqui sobre o crescimento do rival em relação as goleadas que aplicamos, e isso ficou evidente, o Leão tem um meio campo mais qualificado, porém a marcação do tricolor estava mais ajustada com uma ótima partida do jovem Feijão, para mim o melhor em campo sem duvidas, e sem um dia feliz de Renato Cajá, Nino parecendo estar sentindo a contusão desde o inicio da partida e Dinei apagado, as coisas não andaram como de costume no setor ofensivo e por isso não marcamos nossos gols.

O Vitória foi prejudicado pela arbitragem quando aos 9 minutos o juiz Paulo Cesar de Oliveira deixou de marcar uma falta clara em Dinei e que deveria culminar na expulsão do atleta do Bahia, no mais foram chances perdidas dos dois lados, Maxi Biancucchi deu drible desconcertante em Titi e chutou na saída de Lomba, mas ele estava desequilibrado a bola foi pra fora, Já Escudero iria marcando um gol de placa após passe preciso de Camacho, o camisa 11 driblou duas vezes o defensor e chutou de esquerda mas a bola caprichosamente saiu.

Wilson: ótima partida, fez boas defesas para o Leão Nota 8.0

Nino: Péssimo, para mim já entrou baleado em campo. Nota3.0

Gabriel Paulista: Partidaça, o melhor do Leão em campo, muita raça e acertou quase todas, faltou aquele gol de cabeça. Nota 7,5

Victor Ramos: Bombardeado, errou muitos lances, deu sorte com a incompetência do rival. Nota 4.0

Tarracha: Apoiou bem, e fez uma partida razoável, mas ainda não convenceu, no próximo jogo Mansur deve reassumir a posição.

Michel: Foi muito valente, mas as vezes é precipitado, fez faltas que levaram perigo: Nota 6.0

Cáceres: Não se encontrou na partida, errou passes bobos e não conseguiu marcar com qualidade. Nota 5.0

Renato Cajá: Horrível, uma das suas piores partidas: Nota 3,0

Escudero: Ajudou muito na marcação e foi o cara mais lúcido do meio campo, faltou aquela bola entrar. Nota 6,5

Maxi Biancucchi: Esteve em dia de um mero mortal, em dias normais teria brocado aquele lance que deixou Titi no chão. Nota 5.0

Dinei: É amigo, chega um cara para brigar e você faz essa partida fraca, vai pro banco domingo: Nota 3.0

Camacho: Entrou na fogueira, mas mostrou que tem qualidade, deu um passe que deixou Escudero na cara, mas precisa claramente de ritmo: Nota 5,5

Vander: Entrou muito bem, deu velocidade, passes precisos, faltou um pouco de calma para ser mais decisivo: Nota 6,0

Daniel Borges: Errou muito, fazer estreia em clássicos não é fácil, ainda mais quando existe concentração de jogadores no seu setor: Nota 5.0

Caio Junior: Montou o time de sempre e para mim acertou nas mudanças, apesar que duas foram por contusões, Nota 7,0

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 21/07/2013
Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA/SP)
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Adson Márcio Lopes Leal (BA).
Cartões amarelos: Hélder, Feijão Lucas Fonseca
Gols:
Pùbico: 30.477
Vitória: Wilson; Nino Paraíba (Daniel), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres (Vander), Escudero e Renato Cajá (Camacho); Maxi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.
Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Feijão, Hélder (Fabrício Lusa) e Rafael Miranda; Talisca (Freddy Adu), Wallyson e Fernandão. Técnico: Cristóvão Borges.
Anúncios

[VITÓRIA 2X1 BAHIA] Que vexame hein freguês, Mais um triunfo e tabu mantido contra o rival?


vitória x bahia

9 anos e 10 jogos, esse é o histórico do Vitória sem sofrer derrotas para o Bahia na Fonte Nova, para aumentar a pressão o Leão não perde para o superman desde 01/05/2011 na semifinal do baiano quando o tricolor venceu no Barradão por 3×2 e o rubro negro ficou com a vaga para final por ter vencido em Pituaçu e ter a vantagem de melhor campanha. De lá para cá foram 6 clássicos com 3 empates e 3 triunfos do Vitória, já vai fazer 2 anos.

O JOGO

O Vitória começou bem o clássico, Renato Cajá estava doido para repetir a dose e ser novamente o primeiro a brocar as redes da fonte, ele acertou um belo chute na trave em cobrança de falta e depois em mais duas tentativas levou perigo, o rubro negro dominava o jogo e criava as melhores oportunidades e aos 20 minutos em cobrança de escanteio de Cajá, Victor Ramos subiu mais que todos e cabeceou no travessão, a bola sobrou no meio da área com Michel que chutou firme e abriu o placar Vitória 1×0 Bahia.

Com vantagem no placar o Leão passou a dominar ainda mais a partida e criou algumas oportunidades de gol, até que Escudero recebeu a bola na esquerda e lançou perfeitamente para Maxi Biancucchi que percebeu bem a chegada de Mansur e mesmo estando de costas deu um belo passe de calcanhar por entre as pernas do defensor Fahel e o camisa 6 chutou para vencer Marcelo Lomba e decretar o segundo do Leão, 32 minutos, Vitória 2×0 Bahia, o que se viu a partir de então foi a vergonhosa manifestação da torcida do Bahia jogando objetos no gramado e o Vitória buscando o terceiro gol.

No segundo tempo o rubro negro voltou muito acomodado, deixou de marcar com o mesmo ímpeto do primeiro tempo e de atacar, buscou administrar o placar e com isso o rival cresceu e aos 6 minutos Tite diminuiu o placar após cobrança de Talisca, a zaga do Leão e o goleiro Deola vacilaram e o zagueiro do Bahia disputou a bola com o companheiro Fahel para diminuir o placar, o que se viu após isso foi um domínio estéril do tricolor, teve mais posse, buscou mais o jogo , mas não conseguiu levar muito perigo ao gol de Deola, resultado final. Vitória2x1 Bahia.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Baiano – 8ª rodada
Vitória 2 x 1 Bahia
Local
: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 28/04/2013
Horário: 16h
Árbitro: Jailson Macêdo Freitas
Auxiliares: Alessandro de Rocha Matos e Elicarlos Franco de Oliveira
Gols: Michel e Mansur (Vitória) / Titi (Bahia)

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur (Fabrício); Michel, Cáceres, Renato Cajá e Escudero; Maxi Biancucchi (Vander) e Dinei (Giancarlo) Técnico: Caio Júnior.

Bahia: Marcelo Lomba; Pablo, Demerson, Titi e Magal; Fahel, Toró, Anderson Talisca e Rosales (Adriano); Ryder (Marquinhos) e Obina (Fernandão). Técnico: Joel Santana.