COMEÇA O BRASILEIRO: Qualquer coisa menor do que a Libertadores, é culpa de Falcão!

Falcão

Planejamento palavra tão batida fora das quatro linhas do futebol brasileiro e definida pelo Aurélio entre outras coisas como: s.m. Ação ou efeito de planejar. / Plano de trabalho pormenorizado. É algo que no mínimo é contraditório em 2014 no Vitória.

Isso porque o time começou o ano sobre a aura de que 2014 seria de títulos e no mínimo o carimbo para Libertadores, até mesmo pelo “sucesso da temporada 2013”, mas o que vimos foi justamente o contrário até aqui.

Começando pela administração, o Vitória esta sem receber as cotas do patrocinador master, Caixa até o momento, viu seu nome aparecer em pelo menos dois grandes escândalos de débitos, tais a cobrança do Atlético-PR da negativa da devolução do dinheiro de Léo e depois de uma empresa cobrando valores que foram emprestados ao clube e que estava com parcelas sem o devido pagamento, o que destruiu boa parte do slogan: Política de pés no chão, tão propagado por Falcão que afirma que o clube tem suas dividas saneadas, equilibradas e que o Vitória “não deve a ninguém” E que foi rechaçado logo no inicio do mandato do atual presidente.

Em campo as coisas não começaram diferentes, sem conseguir manter alguns dos destaques da temporada passada, Falcão afirmava que o elenco era bom e que não havia a necessidade de reforços nesse primeiro semestre, resultado eliminação humilhante na Copa do Nordeste, perda do bicampeonato estadual e nenhum triunfo contra o limitado time do rival.

BdZzVXzCAAAdPKq

Esqueceram de dizer a Falcão que Planejamento é a manutenção dos acertos combinado com a extirpação dos erros, e por que digo isso? O time campeão com os pés nas costas no estadual e que brigou firmemente por uma vaga na libertadores até a ultima rodada do brasileiro foi montada como e quando? O 5º Lugar em 2013 foi a melhor colocação do clube desde o 3º lugar em 99 e vem depois de participações medianas e outras sofríveis e até mesmo de 3 rebaixamentos. Portanto não se justifica mudar o planejamento para a temporada 2014, e até me pergunto, será que houve planejamento?

Não renovar com os destaques, não contratar jogadores melhores ou de qualidade similares e economizar custos no primeiro semestre, nos renderam até agora o que? Apenas derrotas e um time sem padrão e despreparado para o inicio da Copa do Brasil, possível Sul-americana e Brasileiro.

E é justamente pelos motivos apontados que afirmo que qualquer coisa que não seja o carimbo para a Libertadores, a culpa e de Falcão, pode botar na conta de Carlos Falcão.

2 comentários em “COMEÇA O BRASILEIRO: Qualquer coisa menor do que a Libertadores, é culpa de Falcão!

  1. Prezado Valmerson,

    Concordo com tudo o que é você disse acerca da inexistência de planejamento em relação ao futebol.

    Concordo com tudo o que você disse sobre o desequilíbrio de gestão econômica (O Caso Léo/ O não recebimento do patrocínio da Caixa/ Questão do Empréstimo) é prova disso.

    Poderíamos citar, ainda, a inexistência de investimento na estrutura como mais um ponto de desmando.

    Mas, pessoalmente, como torcedor, tenho uma expectativa muito inferior à sua.

    Pessoalmente, acredito que seria melhor uma campanha mediana na 10a colocação do que a 5a colocação do ano passado.

    É que a 5a colocação iludiu a Diretoria que tínhamos um elenco formidável e que continuaria bom com a saída de 4 titulares e iludiu a torcida que imagina que torce para uma força do futebol nacional.

    Conversa fiada. Somos uma torcida relativa pequena (se compararmos a Flamengo/ Corinthians….) estamos em um Estado pobre (cujo pib é, apenas, o 7 do país) e a melhor alternativa é tentar manter o melhor time possível.

    Mas, mesmo com um time péssimo, mesmo com um orçamento limitado, temos a mania de criticar jogadores ligados ao clube com rendimento médio e o resultado e o desembarque de contratações horrorosas.

    Qtas. vezes Elkesson foi insultado no Barradas.

    E, agora, Maia foi escorraçado para o américa de natal para ceder o lugar de reserva ao fantástico ReHugo.

    http://www.bemparana.com.br/napoalmeida/2012/08/27/a-expectativa-e-a-pior-inimiga-do-parana-clube/

    O Vitória, como time médio, deveria ter propostas claras desde o início do ano:

    1. Lutar pelo título do Campeonato do Nordeste.

    2. Vencer o Campeonato Baiano.

    3. Classificar para as fases finais da Sul Americana.

    4. Realizar uma campanha de meio de tabela no nacional.

    Isso porque não temos força econômica/ orçamento para lutar por mais que isso no Nacional.

    A campanha do Brasileiro 2014 foi resultado do acaso.

    Além disso, tivemos Chumbinho que conseguiu garimpar boas contratações no início da temporada.

    O Vitória precisa sobreviver na série A em 2014.

    O ano será um desastre de qualquer modo.

    Mas precisamos evitar o pior.

    De todo modo, temos questões que precisam ser enfrentadas:

    I. Reforma do estatuto (achei interessante a proposta de Antônio na Casa Rubro Negra).

    II. Organização econômica (Quitação da maior quantidade de contas possíveis e negociação das outras).

    Além da questão de imagem, a desorganização, em situação extrema, pode conduzir o clube à situação do Botafogo.

    III. Modernização da estrutura (do Barradas e de estrutura própria para a Base, uma vez que, vários times meeiros tem melhor estrutura que a nossa – é só comparar pelos sites).

    IV. Valorização, de fato, do trabalho de divisão de base.

    V. Valorização dos atletas oriundos da base.

    VI. Máxima eficiência para as contratações.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s