DEIXEM MEU VITÓRIA EM PAZ

vitoria55

Quando digo que o Vitória nunca pode estar em um bom momento, sem maiores problemas, alguns não acreditam, mas a verdade é que novamente a imprensa corrompida baiana, já começou a bombardear para vê se consegue desestabilizar o clube de alguma forma, eles nunca estão contentes, aliás para uma torcida formado por uma boa parcela de corneteiros, acabo entendendo que má notícia rende e vende.

A EMINENTE SAÍDA DE NEY FRANCO

1010676_549524455095593_2108138932_n (2)

Estive durante essa semana pesquisando, buscando informações sobre contatos de Internacional e Flamengo ao treinador Ney Franco e que se realmente ele estaria de saída do Esporte Clube Vitória por uma oferta das chamadas irrecusável e o fato é que verdadeiramente Inter e Flamengo estão se mobilizando a cerca de um nome, mas Ney Franco nem sequer foi cogitado, Tite, Abel Braga, Paulo Autuori, Dunga e até Joel Santana aparecem em listas das principais redações esportivas que cobrem esses clubes, mas por aqui dizem que o nome de Ney é o nome forte e que ele pode estar saindo do clube a qualquer momento.

1186043_578879822160056_855746475_nO EMINENTE APOIO DESMEDIDO A CARLOS FALCÃO

A campanha de alguns radialistas a Carlos Falcão é algo que me enoja, não porque tenha algo contra ao vice-presidente, nem por discordar da candidatura dele, mas pela maneira que isso se dá. Alguns formadores de opinião ficam a todo o momento fazendo campanha desmedida e muito do que se diz não é justificativa plausível para que o torcedor não busque outros caminhos.

Primeiro que Falcão até o momento vive se esquivando do cargo, se ele não quer ser presidente que se pronuncie logo, agora fica num joguinho infantil da zorra, outra é que até agora se é que ele é candidato quais os projetos de Carlos Falcão, o que ele pretende fazer no seu triênio a frente do clube?

A fala de que ninguém queria dirigir o Vitória a 6 anos atrás não é valido, agora que o clube tem dinheiro um monte aparece, isso não é suficiente para você ser eleito, mostre o porque você tem qualidades para continuar como um dos comandantes do clube, isso esta me irritando de uma forma, ainda mais que não vi nenhum desses se portando desta forma com respeito aos candidatos do Bahia.

A EMINENTE PERSEGUIÇÃO A ARTHUR MAIA

arthur-maia-540px

Ligar a rádio para ouvir alguns comentários, realmente deve atestar que eu estou com problemas nas minhas faculdades mentais, como diria o amigo Franciel puta que pariu, Vá matar o DEMONHO rsrsrsr.

Ligo em uma rádio e ouço o cara largar a seguinte pérola, “Arthur Maia chegou ao clube agora e tem que esperar a vez dele, Leílson, Felipe e Camacho estão a frente dele”. O Cabra pra não dizer outra coisa, Leílson não é armador, Felipe tem que ser melhor aproveitado concordo, mas nunca demonstrou a mesma qualidade de armação de Maia e Camacho, você esta de brincadeira? Resolvi mudar e pior, tive que quebrar o radinho, graças não estava com o celular na mão tamanha foi minha fúria.

Jogar mais do que Renato Cajá não é suficiente, Arthur Maia entrou deu dois bons passes, deixou Dinei na cara do gol, mas isso não o qualifica para a vaga.

Quer dizer que o cara criar duas boas oportunidades em 20 minutos, não qualifica o cara, mas este mesmo defende que mesmo em má fase, com Cajá não criando nada a pelo menos 10 jogos pode não é?

Rapaz eu gostaria de saber o que o atleta fez com estes caras para que haja uma prevenção, haja uma tentativa absurda de queimar a cada oportunidade, os mesmos que preferiam Lucio Flavio morto em campo por 11 rodadas consecutivas  e que mesmo com Arthur Maia comendo a bola nas 2 primeiras rodadas como titular( apoiavam que o veterano precisava de continuidade pois estava sem ritmo pelo longo tempo que ficou em inatividade pela rescisão com o futebol mexicano) e depois 9 rodadas consecutivas de Pedro Ken quando este começou a fazer corpo mole e era um dos que faziam pressão pelo bicho que quase nos tirou da série A este ano, mas para o garoto oriundo da base, nada satisfaz.

Para justificar tal coisa os caras chegam a dizer que se Maia tivesse bem não voltaria do Joinville. Vamos aos fatos, Maia estreou fazendo gol, no clássico contra o Avaí sua equipe estava levando 3 e ele entrou e ajudou na virada, inclusive com o quarto gol, depois disso Maia alcançou a titularidade e chegou a fazer algumas assistências, mas o maior problema é que o Joinville tem dois ídolos Lima atacante maior goleador do clube e o  meia Wellington Bruno camisa 10 absoluto que assim que se recuperou de lesão substituiu naturalmente Maia que passou a usar a 8 em alguns jogos, mas o time foi e contratou Liguera o meia Uruguaio que diga-se de passagem foi o maior investimento para a disputa da série B, com isso Maia naturalmente perdeu espaço e foi pro banco, mesmo sendo importante e utilizado no elenco, no contrato de empréstimo havia a liberação caso o Vitória solicitasse e Ney Franco pediu e isso aconteceu, e alguns dizem por aí que Maia estava chateado e pediu para voltar, o próprio atleta disse que gostaria de continuar porque estava bem lá e Ney disse que pediu o retorno do atleta.

CARO AMIGO TORCEDOR

Espere de Arthur Maia que ele simplesmente seja um jogador efetivo, que consiga fazer as suas jogas e que em alguns momentos vai errar o passe, não vai conseguir dar a continuidade na jogada, mas é um cara que tem talento, não como um grande fenômeno que ele foi na base e não correspondeu até o momento no profissional, mas como um jogador que vai conseguir contribuir mais do que muitos bondes que vem para cá ganhando até 5 vezes mais como é o caso de Renato Cajá, sem a mesma identificação com o clube e sem dar nenhum lucro quando sair.

A EMINENTE IDA PARA FONTE NOVA

650x375_1324871

Ainda em tempo, lembrado pelo Carlos, queria acrescentar sobre a campanha nas rádios para que o Vitória vá para Fonte Nova, me digam uma coisa, quanto estão ganhando? Porque ir de encontro ao sentimento do torcedor que é o maior patrimônio do clube não faz sentindo algum, ao invés de aumentar o coro do torcedor e mostrar a indignação, eles agora fazem abertamente campanha para que o Vitória deixe a sua casa em 2014, deixe eu para por aqui, porque esta cada vez pior.

Anúncios

41 comentários em “DEIXEM MEU VITÓRIA EM PAZ

  1. MARKETING – Fortalecimento da torcida no interior (O parâmetro deve ser o Cruzeiro – a formação da “China Azul”).

    Em 1965, o jornal Estado de Minas fez uma pesquisa com urnas na região Metropolitana de BH e obteve o seguinte resultado.
    Atlético/ MG 54% / Cruzeiro. 27%/ América. 7%.
    A torcida do Galo correspondia ao dobro da Raposa em meados da década de 60.
    Em 2010, a DATAFOLHA divulgou a pesquisa da torcida na regiãometropolitana de BH.
    Cruzeiro. 43%/ Atlético. 30%/ América. 2%
    Em Minas, a diferença é ainda mais gritante.
    Cruzeiro. 31%/ Atlético. 17%/ Flamengo. 14%.

    O Cruzeiro conseguiu essa façanha em razão de dois fatores principais:
    1. O sucesso das equipes de futebol.
    2. Trabalho de marketing em escolas desenvolvido nas décadas de 70/ 80.

    E eles não estão felizes. Torcedores divulgam artigos sobre a possibilidade de pré temporada no interior (como já fazem os gaúchos).

    http://www.jogosimortais.com.br/blog/index.php?id=81

    O Vitória, no final da década de 80, tinha uma torcida equivalente a 22% (vinte e dois) por cento dos moradores de Salvador contra 66% (sessenta e seis) por cento do Bahia (pesquisa Ibope de 1991 divulgada na Revista Placar).
    Uma situação pior do que a enfrentada pelo Cruzeiro em 1965.
    Após 22 anos, nossa torcida atinge 28% (vinte e oito) dos moradores da região metropolitana contra 40% (quarenta) do rival.
    Com o crescimento populacional vertiginoso de Salvador, verifica-se que o crescimento de nossa torcida foi gigantesco.
    No entanto, no interior, nossa torcida não atinge 2,5% (dois) por cento!!! Somos um time da região Metropolitana de Salvador (e só) !
    Temos um problema, apesar do Vitória ser a torcida que mais cresce na região metropolitana, o Bahia é a torcida que mais cresce no interior.
    No Estado da Bahia, temos a terceira torcida:
    Pesquisa/ IBOPE – Estado da Bahia 2004 2010
    Bahia. 15,8% 20,4%
    Flamengo 21,2% 20,3%
    Vitória 12,1% 15,7%
    Corinthians 7,1% 7,6%
    Para nosso crescimento enquanto clube, o enfrentamento dessa realidade é urgente.
    Não existe esta de Arena superpoderosa que vai nos tornar grandes ou qualquer fórmula mágica de administração.
    Não adianta discutirmos Arena Barradão/ Arena Itaipava/ Arena Pituaçu ou Arena Paralela sem discutir este problema de lacuna no interior.
    Quem vai pagar uma fortuna de patroncínio por um clube de uma única cidade (Região Metropolitana – Salvador/Simões Filho/ Lauro de Freitas) !!!
    A situação ideal é a dos gaúchos que só torcem para seus clubes (96% dos gaúchos do interior torcem para algum clube do Estado).
    Em Minas, a situação é a seguinte.
    http://globoesporte.globo.com/platb/teoria-dos-jogos/2012/09/25/a-pesquisa-da-vez-minas-gerais-cidades-diversas-2-exclusivo/
    Cruzeiro é a maior torcida do interior do Estado (31%) e Atlético/ MG vem em segundo.
    Aqui, a torcida do Flamengo é 15 (quinze) vezes maior que a nossa no interior.
    Precisamos, num espaço de 10 (dez) anos, triplicar o percentual de torcedores e simpatizantes no interior.
    O Vitória só terá chance de se tornar grande se tiver uns 30% de torcedores em todo o Estado da Bahia (e não 14% como ocorre hoje em dia).
    Isso, certamente, aumentaria nossas cotas de patrocínio substancialmente.
    Acho que 04 (quatro) aspectos merecem destaque:
    I. O Vitória precisa marcar presença no interior.
    II. A torcida do Vitória deve valorizar as pessoas do interior (ainda que não torcedoras do clube).
    III. A torcida do Vitória deve respeitar a possibilidade de torcedores do interior torncerem por mais de um clube (o que era comum em Minas até a década de 1980 – http://cruzeiro.org/blog/torcedor-seis-estrelas/).

    De início, o clube precisa marcar presença no interior através de jogos oficiais, jogos de equipes da divisão de base, eventos esportivos patrocinados pelo marketing do clube, exibição de troféus no interior, distribuição de material escolar em escolas … .
    Ocorre que, em razão da dimensão do Estado da Bahia, acredito que a melhor opção seria investir nas cidades situadas num raio de 200 Km de distância de Salvador pelos próximos 05 (cinco) anos.
    – O Vitória deveria escolher 02(duas) ou 03 (três) cidades que pudessem abrigar a equipe principal em uma pré temporada (Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Serrinha, Conceição do Coité, Valença …).
    – O Vitória poderia escolher 02 (duas) cidades na região metropolitana ou a menos de 80 Km de Salvador para se tornar nossa casa nas disputas da Taça Governador do Estado da Bahia e Copa do Brasil sub 20 (Camaçari/ Candeias).
    A torcida da Capital já acompanha a equipe principal em 35 jogos por ano, seria razoável deslocar a equipe sub 20 e a segunda equipe para o interior.
    – Poderíamos ter consulados para promover eventos esportivos (de ciclismo e atletismo em cidades do interior) com exposição de troféus e visitas às escolas para distribuição de material escolar no raio de 200 Km de Salvador nos próximos 05 anos.
    Posteriormente, o projeto deveria ser estendido a outros locais.

    Além disso, devemos acabar com essa tolice de ignorar as pessoas do interior (de menosprezar os interioranos).
    Já presenciei torcedores do Vitória cantando “Éu, Éu, Éu, vai para casa tabaréu….”
    Qta. Bobagem. Será que imaginam que o Vitória se tornará gigante com sua torcida de “civilizados” de Salvador ????
    E olha que Salvador não tem nada de civilizado. Basta ver a imundície que existe nas ruas em razão das pessoas jogarem lixo no local onde se encontram.
    Salvador, como toda Cidade do Litoral Baiano, é marcada pelo lixo e desmazelo.
    Observem o texto que se segue sobre o pertencimento de grupo que favorecem os gaúchos. Involuntariamente, em razão da questão de pertencimento a um mesmo grupo, os gaúchos da Capital demonstram respeito pelos do interior.
    Será que não poderíamos fazer o mesmo ????? É difícil ????
    Ora, se os soteropolitanos se consideram tão especiais assim, o que faria as pessoas do interior torcerem para dupla ba x vi ???
    Times medianos e com torcedores que esnobam os interioranos.
    http://www.blogdojj.com.br/2012/11/28/o-que-faz-uma-torcida-crescer/

    Por outro lado, acredito que a dupla ba x vi deveria pressionar a FBF a confeccionar os troféus maquetes para representarem o interior.
    A Bahia é mais que Elevador Lacerda e Mercado Modelo (como os últimos 02 troféus).
    Temos pontos turísticos em todo o Estado e a divulgação de troféus maquetes com temas do interior (pelo interior) seria uma maneira de interiorizar o Campeonato Baiano (Exemplo: 1. Se o tema fosse Porto Seguro, o troféu permaneceria exposto nas localidades daquela região do interior por 01 ou 2 meses (Em Porto Seguro/ Sta. Cruz de Cabrália/ Belmonte/ Eunapólis/ Prado); 2. Se o tema fosse a Costa do Cacau, teríamos a exposição em Ilhéus/ Itabuna/ Ubaitaba/ Canavieiras/ 3. Se o tema fosse a Chapada Diamantina, teríamos a exposição em Itaberaba/ Seabra/ Lençois e Mucugê) etc ….

    É que, em regra, os soteropolitanos imaginam que vivem em Veneza e, portanto, nada poderia ser mais atraente que as mesmas coisas de Salvador.

    Quanto a torcida mista, também já fui um crítico severo.
    É que o ideal seria o interioranos torcerem para o Vitória.
    Hoje, faço a seguinte reflexão:
    É melhor o cidadão torcer, exclusivamente, para um time do eixo rio/ são paulo (e só) ou torcer para o Vitória (e, eventualmente, para outro clube).
    Acredito que a segunda alternativa configure a melhor opção na atualidade para, quem sabe um dia, observarmos a mudança de cultura que ocorreu em Minas aqui em nosso estado.
    Como diz o poeta: “antes lamber do que cuspir”.
    A torcida mista do interior, para mim, é bem vinda sim pois aumenta nossa visibilidade.

    Curtir

  2. Prezado Valmerson,

    Peço licença para debater dois assuntos com Mocota.

    O primeiro é minha discordância com o modo como ele tratou a questão levantada pelo Sr. Fábio Mota qto. a necessidade de crescimento da torcida no interior.

    Não sou amigo do Sr. Fábio Mota, não admiro o Sr. Fábio /Mota, mas acho que qualquer candidato que pretende tornar o Vitória um clube de importância nacional, tem qe enfrentar a questão.

    No caso, tive a intenção de fazer um paralelo entre Vitória e Cruzeiro.

    Qto. ao segundo ponto, a necessidade de debatermos nosso projeto de casa própria (não a fonte nova).
    MARKETING – Fortalecimento da torcida no interior (O parâmetro deve ser o Cruzeiro – a formação da “China Azul”).

    Em 1965, o jornal Estado de Minas fez uma pesquisa com urnas na região Metropolitana de BH e obteve o seguinte resultado.
    Atlético/ MG 54% / Cruzeiro. 27%/ América. 7%.
    A torcida do Galo correspondia ao dobro da Raposa em meados da década de 60.
    Em 2010, a DATAFOLHA divulgou a pesquisa da torcida na regiãometropolitana de BH.
    Cruzeiro. 43%/ Atlético. 30%/ América. 2%
    Em Minas, a diferença é ainda mais gritante.
    Cruzeiro. 31%/ Atlético. 17%/ Flamengo. 14%.

    O Cruzeiro conseguiu essa façanha em razão de dois fatores principais:
    1. O sucesso das equipes de futebol.
    2. Trabalho de marketing em escolas desenvolvido nas décadas de 70/ 80.

    E eles não estão felizes. Torcedores divulgam artigos sobre a possibilidade de pré temporada no interior (como já fazem os gaúchos).

    http://www.jogosimortais.com.br/blog/index.php?id=81

    O Vitória, no final da década de 80, tinha uma torcida equivalente a 22% (vinte e dois) por cento dos moradores de Salvador contra 66% (sessenta e seis) por cento do Bahia (pesquisa Ibope de 1991 divulgada na Revista Placar).
    Uma situação pior do que a enfrentada pelo Cruzeiro em 1965.
    Após 22 anos, nossa torcida atinge 28% (vinte e oito) dos moradores da região metropolitana contra 40% (quarenta) do rival.
    Com o crescimento populacional vertiginoso de Salvador, verifica-se que o crescimento de nossa torcida foi gigantesco.
    No entanto, no interior, nossa torcida não atinge 2,5% (dois) por cento!!! Somos um time da região Metropolitana de Salvador (e só) !
    Temos um problema, apesar do Vitória ser a torcida que mais cresce na região metropolitana, o Bahia é a torcida que mais cresce no interior.
    No Estado da Bahia, temos a terceira torcida:
    Pesquisa/ IBOPE – Estado da Bahia 2004 2010
    Bahia. 15,8% 20,4%
    Flamengo 21,2% 20,3%
    Vitória 12,1% 15,7%
    Corinthians 7,1% 7,6%
    Para nosso crescimento enquanto clube, o enfrentamento dessa realidade é urgente.
    Não existe esta de Arena superpoderosa que vai nos tornar grandes ou qualquer fórmula mágica de administração.
    Não adianta discutirmos Arena Barradão/ Arena Itaipava/ Arena Pituaçu ou Arena Paralela sem discutir este problema de lacuna no interior.
    Quem vai pagar uma fortuna de patroncínio por um clube de uma única cidade (Região Metropolitana – Salvador/Simões Filho/ Lauro de Freitas) !!!
    A situação ideal é a dos gaúchos que só torcem para seus clubes (96% dos gaúchos do interior torcem para algum clube do Estado).
    Em Minas, a situação é a seguinte.
    http://globoesporte.globo.com/platb/teoria-dos-jogos/2012/09/25/a-pesquisa-da-vez-minas-gerais-cidades-diversas-2-exclusivo/
    Cruzeiro é a maior torcida do interior do Estado (31%) e Atlético/ MG vem em segundo.
    Aqui, a torcida do Flamengo é 15 (quinze) vezes maior que a nossa no interior.
    Precisamos, num espaço de 10 (dez) anos, triplicar o percentual de torcedores e simpatizantes no interior.
    O Vitória só terá chance de se tornar grande se tiver uns 30% de torcedores em todo o Estado da Bahia (e não 14% como ocorre hoje em dia).
    Isso, certamente, aumentaria nossas cotas de patrocínio substancialmente.
    Acho que 04 (quatro) aspectos merecem destaque:
    I. O Vitória precisa marcar presença no interior.
    II. A torcida do Vitória deve valorizar as pessoas do interior (ainda que não torcedoras do clube).
    III. A torcida do Vitória deve respeitar a possibilidade de torcedores do interior torncerem por mais de um clube (o que era comum em Minas até a década de 1980 – http://cruzeiro.org/blog/torcedor-seis-estrelas/).

    De início, o clube precisa marcar presença no interior através de jogos oficiais, jogos de equipes da divisão de base, eventos esportivos patrocinados pelo marketing do clube, exibição de troféus no interior, distribuição de material escolar em escolas … .
    Ocorre que, em razão da dimensão do Estado da Bahia, acredito que a melhor opção seria investir nas cidades situadas num raio de 200 Km de distância de Salvador pelos próximos 05 (cinco) anos.
    – O Vitória deveria escolher 02(duas) ou 03 (três) cidades que pudessem abrigar a equipe principal em uma pré temporada (Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Serrinha, Conceição do Coité, Valença …).
    – O Vitória poderia escolher 02 (duas) cidades na região metropolitana ou a menos de 80 Km de Salvador para se tornar nossa casa nas disputas da Taça Governador do Estado da Bahia e Copa do Brasil sub 20 (Camaçari/ Candeias).
    A torcida da Capital já acompanha a equipe principal em 35 jogos por ano, seria razoável deslocar a equipe sub 20 e a segunda equipe para o interior.
    – Poderíamos ter consulados para promover eventos esportivos (de ciclismo e atletismo em cidades do interior) com exposição de troféus e visitas às escolas para distribuição de material escolar no raio de 200 Km de Salvador nos próximos 05 anos.
    Posteriormente, o projeto deveria ser estendido a outros locais.

    Além disso, devemos acabar com essa tolice de ignorar as pessoas do interior (de menosprezar os interioranos).
    Já presenciei torcedores do Vitória cantando “Éu, Éu, Éu, vai para casa tabaréu….”
    Qta. Bobagem. Será que imaginam que o Vitória se tornará gigante com sua torcida de “civilizados” de Salvador ????
    E olha que Salvador não tem nada de civilizado. Basta ver a imundície que existe nas ruas em razão das pessoas jogarem lixo no local onde se encontram.
    Salvador, como toda Cidade do Litoral Baiano, é marcada pelo lixo e desmazelo.
    Observem o texto que se segue sobre o pertencimento de grupo que favorecem os gaúchos. Involuntariamente, em razão da questão de pertencimento a um mesmo grupo, os gaúchos da Capital demonstram respeito pelos do interior.
    Será que não poderíamos fazer o mesmo ????? É difícil ????
    Ora, se os soteropolitanos se consideram tão especiais assim, o que faria as pessoas do interior torcerem para dupla ba x vi ???
    Times medianos e com torcedores que esnobam os interioranos.
    http://www.blogdojj.com.br/2012/11/28/o-que-faz-uma-torcida-crescer/

    Por outro lado, acredito que a dupla ba x vi deveria pressionar a FBF a confeccionar os troféus maquetes para representarem o interior.
    A Bahia é mais que Elevador Lacerda e Mercado Modelo (como os últimos 02 troféus).
    Temos pontos turísticos em todo o Estado e a divulgação de troféus maquetes com temas do interior (pelo interior) seria uma maneira de interiorizar o Campeonato Baiano (Exemplo: 1. Se o tema fosse Porto Seguro, o troféu permaneceria exposto nas localidades daquela região do interior por 01 ou 2 meses (Em Porto Seguro/ Sta. Cruz de Cabrália/ Belmonte/ Eunapólis/ Prado); 2. Se o tema fosse a Costa do Cacau, teríamos a exposição em Ilhéus/ Itabuna/ Ubaitaba/ Canavieiras/ 3. Se o tema fosse a Chapada Diamantina, teríamos a exposição em Itaberaba/ Seabra/ Lençois e Mucugê) etc ….

    É que, em regra, os soteropolitanos imaginam que vivem em Veneza e, portanto, nada poderia ser mais atraente que as mesmas coisas de Salvador.

    Quanto a torcida mista, também já fui um crítico severo.
    É que o ideal seria o interioranos torcerem para o Vitória.
    Hoje, faço a seguinte reflexão:
    É melhor o cidadão torcer, exclusivamente, para um time do eixo rio/ são paulo (e só) ou torcer para o Vitória (e, eventualmente, para outro clube).
    Acredito que a segunda alternativa configure a melhor opção na atualidade para, quem sabe um dia, observarmos a mudança de cultura que ocorreu em Minas aqui em nosso estado.
    Como diz o poeta: “antes lamber do que cuspir”.
    A torcida mista do interior, para mim, é bem vinda sim pois aumenta nossa visibilidade.

    PROJETO CASA PRÓPRIA.

    É quase unanimidade entre os torcedores a vontade de confirmar o projeto de casa própria.
    A discussão, no entanto, tem quatro propostas principais:
    I. Projeto de modernização do Barradão.
    II. Tentativa de aquisição da Arena Pituaçu.
    III. Nova Arena do Vitória

    Antes de abordar qual alternativa seria mais adequada, devemos definir qual o tamanho de estádio ideal para o Vitória.
    Em meu entendimento, o Vitória deveria definir como tamanho ideal uma Arena para 30.000 torcedores, uma vez que, serve a 95% dos jogos do Vitória e seria mais fácil de locar para outros eventos.

    Minha opinião leva em consideração 03 fatores:
    1. Necessidade.
    – É o tamanho exigido pela COMEBOL para disputar finais de campeonatos sul amerericanos.
    – A média de público do Vitória no atual Campeonato Brasileiro é de
    – A média de público do Vitória no Campeonato Brasileiro, desde 1971, é de 12.746.

    2. Investimento.
    Uma Arena para 50.000 custaria 40% mais caro.
    3. Custo de manutenção.
    A Arena Itaipava Fonte Nova, com uma taxa de ocupação baixíssima (como ocorre com o rival), demonstra que Arena Grande é problema, uma vez que, é prejuízo certo.

    PROJETO MODERNIZAÇÃO DO BARRADÃO.
    Vantagens.
    1. Fácil execução.
    2. Projeto econômico.
    3. Rapidez na conclusão do projeto.
    4. Baixo custo de manutenção, uma vez que, CT e Estádio permaneceriam agregados.

    Desvantagens.
    1. Dificuldade de acesso do Barradão.
    2. Não se trata de local de visibilidade espontânea.

    PROJETO ARENA PITUAÇU.

    Do ponto de vista prático, seria a melhor alternativa.
    Qual seria o valor atualizado do Pituaçu.
    Caso fosse possível, seria interessante propor uma permuta entre o Complexo do Barradão e o Pituaçu.

    Neste contexto, seria interessante obter um novo CT.

    3. NOVA ARENA.
    A ideia de Mocota é de difícil execução, em meu entendimento, por dois motivos:
    1. Custo.
    2. Não existe nenhum terreno disponível na Paralela que possa contar com licenciamento para construção de Estádio (é só visualizar o google maps para ver que tudo que restou por lá é Lagoa de Mata Atlântica. Liberarem um estádio naquele local é fora decogitação.
    A única alternativa seria o Wetn Wild.

    Em todo caso, não deveria ser descartado a possibilidade de construção de outra arena.
    Neste contexto, nosso clube poderia adotar a seguinte decisão:

    1. Troca do Barradão por um terreno de 50.000 quadrados para construção da Arena (ou o Espaço do Wetn Wild ou nas imediações do Aeroporto) + CT devidamente construído recebido como forma de pagamento + compensação econômica.

    Acredito que a permuta por 2 terrenos (uma para a arena e ct construído) custaria, no mínimo, 25% menos que o complexo Barradão.
    Em princípio, ao invés de investir 25 milhões no Estádio, quitaria todos os débitos trabalhistas e cíveis.
    Após uns 3 preparando o projeto, com a melhoria de acesso no Litoral Norte, passaria ao plano de executar o projeto de arena em módulos.
    1. Faria o Estádio em 2 etapas definidas:
    – 1 etapa Lance para 15.000 pessoas.
    – 2 etapa para 15.000 pessoas.

    2. Construíria o ginásio/ arena.

    Curtir

  3. Quando Souza estava fazendo ORGIAS em Salvador, a imprensa tricolor arrumou logo uma “testemunha” anônima para defender o jogador… TV JAHIA, VÁ PRO RAIO QUE O PARTA…

    Curtir

  4. BOM COMENTÁRIO,BARRADÃO SIM ,SOU MAIS VITORIA OURO.HÁ MUITO TEMPO NÃO LIGO RÁDIO,PORQUE MEU OUVIDO NÃO É PINICO. INFORMAÇÃO SÓ ATRAVÉS DE VCS..

    Curtir

  5. Sou vitoria…. mas haja sofrimento em torçer peli vitoria quando temos na direção uma bebado e sem carteira.

    talvez esteja exagerando mas o grande problema do Vitoria é a direção
    alexi é um cancer.

    e na boa bixão esta política do AP é pra nos ferrar novamente na serie B por favor.
    o vitoria tem que ter um leão na direção e não um Miau…

    abraços, desculpe se falei M… mas seu texto está perfeito Valmerson.

    Curtir

  6. Valmerson, nossa diretória é Tão mentirosa que praticamente há dois meses das eleições e eles não dizem que o candidato é Falcão e ao mesmo tempo como vc bem colocou ficam fazendo campanha á favor deste junto á imprensa, também gostaria de saber o que Falcão fará quando assumir a presidência do clube, como será sua politica (de pés enterrados no chão? será?), se teremos um diretor de futebol de verdade ou quem continuará contratando é o presidente, o torcedor será melhor tratado ou que as reclamações continuaram quando em uma partida aos sábados 21:00 ou durante á semana 21:50 só dê 13:00 féis apaixonados, se o Barradão continuará entregue ás moscas e o gramado será feito recapeamento de grama (tapa buraco) a cada campeonato, se é bocão quem vai continuar contratando ou demitindo treinador e queimando nossos jogadores seja eles da base ou não.

    Pena que não teremos oposição para concorrer com eles, pois assim como o governador foi derrotado nas eleições para prefeito mesmo com toda máquina administrativa e imprensa a seu favor assim seria com Alex e sua trupe.

    Curtir

  7. Haja amor para aguentar torcer por esse Clube, são tantos obstáculos que ás vezes dá vontade de desistir, mas que ás vezes é difícil é.

    Curtir

  8. ACHO QUE A DIRETORIA A A TORCIDA TEM QUE FICAR DE OLHES BEM ABERTOS PRA ESSA IMPRENSA DO JAIAAAA QUE ATUA SÓ PRA DESESTABILIZAR NOSSO TIME FICA QUEIMANDO NOSSOS JOGADORES JOGANDO CONTRA A TORCIDA E NA GRANDE MAIORIA DAS VEZES DA CERTO BOM TEXTO ESSA É A PURA VERDADE

    Curtir

  9. Parabéns Valmerson,

    Três problemas graves afetam o Vitória:

    I. Diretoria que tem um plano claro de manutenção eterna no poder.

    Isso escancarado com esse papo mole de comissão para discutir estatuto.

    Quem fazia parte dessa comissão ?????

    A que conclusão chegaram ?????

    Por que nada foi feito ?????

    Será que o Estatuto é a melhor alternativa para o clube ?????

    Claro que não.

    Em 60 dias, o interventor do Bahia revolucionou o rival.

    Não se enganem, se não houver uma atuação contundente da torcida, nosso clube ficará para trás e muito do rival.

    Não imediatamente porque, apesar de democrático, elegeram um candidato fraco.

    No médio prazo, vamos ver.

    II. Torcida de corneteiros.

    Nossa torcida confere eco a factoides e crápulas que se dizem jornalistas.

    Mentiras, depreciação de jogadores das divisões de base etc ….

    Basta ver como é a paciência com as pessoas formadas na base.

    Qual o jogador da base que, atualmente, demonstra vontade de continuar no clube ?

    Nenhum.

    Gustavo foi titular da seleção de base vários anos e é tratado como menino.

    Dankler saiu do Vitória para ser titular do Botafogo !!!!

    Esse é o paradigma.

    III. DEPRECIAÇÃO DO PATRIMÔNIO.

    O Vitória deveria, em princípio, deixar claro que não mudará para Fonte Nova.

    Neste contexto, deveria realizar uma dura campanha pela construção da Via Expressa Paralela e pela Concessão do Estádio Metropolitano de Pituaçu.

    Deixem a Super Arena para o Todo Poderoso Bahia e sua torcida megalomaníaca.

    Não existe política de reconhecimento de jogadores da base e não trabalhamos com treinadores que costumam reconhecer a base.

    Ney Franco, qto. a base, ainda é uma incógnita.

    De todo modo, parecer que aproveitará a base muito mais de que Caio Júnior.

    Curtir

    • Bem por aí, agora o Vitória só deveria lutar pela concessão de Pituaçu se realmente lá for virar um centro olímpico.

      Curtir

    • O coração esta bem, graças ao meu bom Deus, verdade, fiquei pensando, já pensou se fosse o celular? Ainda bem que ele estava carregando, foi um radinho de 10 conto. UFA!

      Curtir

  10. Lamentável essa situação, o pior de tudo é imaginar que iremos aguentar isso por mais 3 anos, essa diretoria inoperante que não faz nada para mudar a situação. Tenho que lutar por mudanças.
    Apesar de não está jogando nada Renato Cajá detonou seu Darino Sena ganhou meu respeito.
    #CHUPADARINOSENA, #CAJAMITO.

    Curtir

    • Foi mesmo irmão Uilian Sales. Cajá mandou uma bela resposta na lata da Sardinha.

      Fora Pelé, Messi e etc. Poucos jogadores tem 100% de brilhantismo na carreira.

      Cajá já demonstrou que manja do riscado. Mas, que tá mal, tá.

      Se for preciso, come um bancozinho de leve e depois volta. Ele pode ter certeza que a torcida Rubro-Negra estará esperando de braços abertos, o primeiro goleador da Arena 51 voltar a jogar bem.

      ——————

      Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Novo Barradão na Paralela em 2016.

      Avante Leão!!!

      Curtir

    • Foi mesmo irmão Uilian Sales. Cajá mandou uma bela resposta na lata da Sardinha.

      Fora Pelé, Messi e etc. Poucos jogadores tem 100% de brilhantismo na carreira.

      Cajá já demonstrou que manja do riscado. Mas, que tá mal, tá.

      Se for preciso, come um bancozinho de leve e depois volta. Ele pode ter certeza que a torcida Rubro-Negra estará esperando de braços abertos, o primeiro goleador da Arena 51 voltar a jogar bem.

      ——————

      Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Novo Barradão na Paralela em 2016.

      Avante Leão!!!

      Curtir

  11. Salve, Salve amada Nação Rubro-Negra!!!

    Muitos perguntam:

    – Ah, Mocota! Por que você ama tanto Valmerson.

    É numa dessas que Mocota responde:

    – Leia o texto acima e entenda o porquê.

    ————————

    Valmerson, amigos do LMP, Casa Rubro Negra, Franciel, ECvitórianoticias.com, Larissa e GE.

    O mundo mudou.

    A força era do jornal impresso. Veio o rádio e ultrapassou.

    A força era do rádio. Veio a televisão e ultrapassou.

    A força era da TV. Veio a internet e ultrapassou.

    NOSSO ESPAÇO na internet, caros amigos, tem o poder de derrubar ditadores, ditaduras e até dentaduras obsoletas. Podem acreditar.

    JAMAIS!!!

    Deveremos ficar aqui com a boca escancarada cheia de dente esperado a ressaca da Arena 51 chegar.

    A mudança começa agora:

    1º passo) Vá na gráfica rápida mais próxima e confeccione dois adesivo. Um para você e outro para seu amigo, com a frase:
    “Arena do Leão não mudará de cor”

    2º passo) Larissa, Valmerson, Fabio Monteiro, Franciel, Jonga e Lucas Serra também exigir eleições entre os TODOS os sócios e Conselheiros para votar na melhor alternativa para o Vitória adotar a partir de 2014 com relação a estadio.

    Que todas as propostas sejam avaliadas e depois exista uma eleição transparente.

    ——————————–

    NAÇÃO!!!

    Nós estamos vivendo uma nova era. Tivemos manifestações nas ruas. Menos de 03 meses depois, as sardinhas (acreditem! Mocota tá besta até agora…) mudaram o estatuto do clube sem derramar uma gota de sangue.

    A pergunta que fica:

    Vamos ficar inertes? O jogo vai inverter? Antes as forças ocultas mandavam nas sardinhas e elas aceitavam de boa. Enquanto isso a torcida do Vitória exigia avanços.

    Quer dizer que agora as sardinhas vão agitar e nós vamos assistir as forças ocultas agir tranquilamente na calada da noite, sufocando e enfraquecendo o Leão?

    Amigos queridos!!!

    TV, radio, jornal… vive de mídia. Para eles fecharem grandes contratos, eles apoiam quem divulgar na emissora deles.

    A arena e o Governo estão pagando altos pacotes de veiculação de publicidade.

    Já pensou aparecer uma chamada gravada da Arena 51 e logo após o narrador “ao vivo” mandar:

    – Torcida Rubro-Negra. Avalie cada proposta e vote na melhor proposta para o futuro do Vitória.

    Esqueça!

    Isso nunca vai acontecer.

    Pois o que de fato existe é que saiu a ditadura das Forças Armadas e entrou a ditadura da força da mídia.

    ————–
    MOBILIZAÇÃO ATRAVÉS DAS REDES SOCIAIS JÁ.

    Utilizem os blog’s Facebook, e-mail, bate-papo, o baralho aquático (by Franciel)…

    Vencer este grande desafio é questão de honra.

    Os bons que acompanhem Mocota.

    Avante Bravos Guerreiros!!!

    Upa lá lá!!!

    ——————

    Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Novo Barradão na Paralela em 2016.

    Avante Leão!!!

    Curtir

  12. Se a diretoria empurrar o ECV para a fonte nova eu desisto desse clube. Não renovo meu SMV, não renovo meu PFC, não compro nenhum produto oficial e não leio qualquer notícia relacionada ao mesmo.
    Prefiro ir pro monumental de barco do que me curvar a este bando de sacripantas.

    Curtir

    • A revolta será grande, mas será aí que o Vitória que é maior do que tudo e todos, precisará ainda mais do seu torcedor.

      Curtir

  13. faltou uma coisa: Nota ZERO para essa campanha (da “arena” da “imprensa” e de certos “diretores” do ECV) de levar o Leão para jogar na fonte nova, argh!
    Diga não à “arena”. Diga sim ao nosso querido Barradão!
    Hoje os caras da “arena” estão ocupando as rádios para glorificar a fonte nova e fazer propaganda de que seria bom para o Vitória jogar lá.
    Deixo de fazer o Sou mais vitória se isso acontecer!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s