[VITÓRIA X ATLÉTICO-MG] Campeão da Libertadores uma zorra, Caiu na Toca é Pau!

VITÓRIA X ATLÉTICO-MG

Neste sábado o Vitória encerra a sua participação no primeiro turno do campeonato brasileiro em casa e nada menos do que um triunfo interessa ao Leão.

Com mudanças significativas e estreia na defesa o treinador Ney Franco quer dar uma nova cara ao time e conta com o apoio incondicional da torcida que mais cresce no norte-nordeste, uma das 4 que mais crescem no Brasil.

Sem vencer a 4 jogos e tendo despencado na tabela saindo da 5 para 12 colocação, o rubro negro espera voltar ao caminho da Vitória e subir na tabela de classificação, afastando qualquer aproximação com a zona de rebaixamento. Para isso Ney devolveu a camisa 9 a Dinei que terá que voltar a fazer gols, o mesmo que ele exigiu a Maxi Biancucchi que não balança a 6 jogos. Ele também promoveu Marquinhos para auxiliar Renato Cajá nas armações de jogadas e sacou Luiz Alberto, o zagueiro completo, Kadu melhor do que Thiago Silva fará sua estreia com o manto e vai parar o ataque do galo.

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Cáceres, Renato Cajá e Marquinhos; Maxi e Dinei

ATLÉTICO-MG Victor; Luan, Leonardo Silva, Emerson e Richarlyson; Josué, Rosinei, Ronaldinho e Guilherme; Fernandinho e Tardelli.

34 comentários em “[VITÓRIA X ATLÉTICO-MG] Campeão da Libertadores uma zorra, Caiu na Toca é Pau!

  1. Salve Salve Amada Nação Rubro-Negra!!!

    Mocota emitiu a saudação inicial sambando como Carlinho de Jesus.

    Porque?

    Porque quanto mais perguntas chegam, mais Mocota tem a certeza que o Vitória construindo sua Arena focada principalmente no Turismo, estará revolucionando o conceito de Arena multiuso que existe no… MUNDO!

    Se a Paralela é a via de entrada e saída dos nossos visitantes, não existe local melhor para erguer uma Arena multiuso voltada para Turismo, Evento e Jogos.

    Antes de ler as Mocodicas é preciso abrir a mente lendo o texto do link a seguir.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,real-madrid-enche-estadio-ate-quando-nao-joga,152752,0.htm

    Pronto?!

    Perceberam que o Real Madrid, hoje, fatura muito mais em dias que não tem jogos?

    Gente, querida de Mocota. Esqueçam essa filosofia que uma arena multiuso aliada a turismo é somente quando as pessoas vão admirar, visitar as dependências dos estadio e comprar produtos do time de coração.

    É chato falar isso, mas Mocota enxergou mais além que isso. (Que redundância!)

    Saca, só:

    O Vitória com a construção da sua Arena Multiuso vai arrecadar primeiramente com o TURISMO, depois com EVENTOS e por ultimo com JOGOS no estadio.

    Um turista quando estiver dentro da Arena terá de 02 a 06 horas da mais pura diversão.

    Gente, uma pessoa quando viaja leva dinheiro para se divertir, conhecer coisas novas, interagir com a comunidade local… Então essa onda de: “Ah! Por que Salvador tem a renda per capita baixa…”

    Não tem nada a ver.

    Mocota prova por A+B que os turistas que chegam a Salvador via terra, ar ou mar tem condições de pagar mais de R$ 350,00 para ter muito prazer em um local que foi erguido para essa finalidade.

    E por favor nunca mais venham com “Ah! Por que o Manchester…”, “Ah! Por que Madison Square…”, “Ah! Por que a Torre Eiffel…”(…)

    Gente, nós estamos falando aqui de MO-CO-PRO-JE-TO!

    Se é Mocoprojeto tem que ser NOVO e REVOLUCIONÁRIO. Simples assim.

    —————-
    TURISMO :

    > Publico alvo: Turistas que chegam via Cruzeiro Marítimo, avião ou ônibus com excursão.

    > Programação: Diária

    > Quantidade de pessoas atendidas por dia: Mais de 1000 visitantes.

    Receita anual para o Vitória: No mínimo R$ 63 Milhões.

    EVENTOS DE GRANDE PORTE:

    > 01 ou 02 por ano.

    > Local: No campo de jogo.

    EVENTOS DE MÉDIO PORTE (convenções, congressos, feiras… ):

    > No minimo 12 por ano.

    > Local: Área especifica ou no campo de jogo.

    EVENTOS DE PEQUENO PORTE (aniversario, casamento, quinze anos…)

    > Todos os dias do ano.

    > Local: Área especifica

    DIAS DE JOGOS

    > Um sócio tendo direito a 20% de descontos nas varias áreas de entretenimento da Nova Arena multiuso será um atrativo muito interessante para termos 32.157 Sócios (capacidade de Pituaçu).

    > Receita: Mais R$ 12 Milhões…

    PS – Isso sem falar em estacionamento, camarotes, receita de TV, publicidade…

    —————

    Robson, quanto ao texto que você lançou sobre endividamento com a construção das Arenas, Mocota só lamenta:

    Se você reparar direitinho, somente com o Patrimônio Barradão o Vitória tem R$ 100 Milhões, segundo Paulo Carneiro. Adicionado mais R$ 100 Milhões de naming rights o Vitória já parte para construção da sua Arena multiuso com R$ 200 Milhões.

    Tomando como exemplo a Arena do Palmeiras que saiu por cerca de R$ 400 MIlhões, o Vitória já teria adiantado meio caminho (R$ 200 Milhões).

    A outra metade do caminho erguida com parte da verba arrecadada com o Turismo e os Eventos, sem pressa alguma, ano após ano, sem endividar o clube e sem ficar refém de nenhuma grande construtora.

    PS I – Quem tiver mais alguma duvida, é só falar.

    PS II – Quem tiver sugestões o Vitória agradece.

    PS III – Diferentemente da atual diretoria que quer o Vitória na Fonte e em Canabrava e o Vitória Seculo 21 que defende democracia, mas não aceita outra opinião que não seja a deles, Mocota defende que quem tiver proposta deverá ter o direito de demonstrar aos conselheiros e sócios e depois disso haja uma VOTAÇÃO!!! Entendeu Carlos Falcão, Fabio Mota e Paulo Carneiro?

    PS IV – Para os mais aperreados, relaxe. Em breve teremos o Disk-Mocodicas. Provável número: 13 05 1899

    ————–

    Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Novo Barradão na Paralela em 2016.

    Avante Leão!!!

    Curtir

    • Não estou nem aí para turistas, esse pensamento do seu texto,coloca sempre o baiano como empregado eterno, sempre com a bandeja na mão servindo e ganhando pouco no fim do mês.

      amigo, temos o maior orçamento de nossa história, nunca o vitória teve tantos recursos financeiros, o problema é como administrar. Tudo bem que os clubes do eixo Rio-são paulo/minas e rio grande do sul tem bem mais do que nós,porem não serve de desculpa pra tantas péssimas contratações e essa desvalorização da base.

      me desculpe, mas dinheiro o vitória tem, infelizmente a incompetência administrativa vai além do dinheiro.

      Curtir

      • Caro Léo, você não ta nem aí para o turismo por que você demonstra não conhecer do assunto.

        Quando você tiver um empreendimento para atender turistas você vai gostar muito de cada centavo que um turista deixe no seu estabelecimento.

        Anote aí esses dois ensinamentos, para você fazer bonito da próxima vez:

        “Quando a França entrou em crise foi o turismo que salvou a economia do país”.

        “Os franceses gostam de trabalhar para os franceses e para os turistas”.

        “Muitos baianos estão muito ricos trabalhando no Turismo”.

        —————-

        Ter o maior orçamento da história não significa que estamos arrecadando mais que os 12 poderosos do Brasil.

        É por isso eles contratam Ronaldinho Gaúcho nós trazemos Camacho.

        Eles importam Seedorf, nós importamos Cardoso.

        Eles contratam Forlan, nós trazemos Giancarlos

        Eles importam Alexandre Pato, nós importamos André Lima…

        —————-
        Mococonselho:

        Pense duas vezes antes do que você vai escrever, se não Mocota ganha fácil.

        Assim perde a graça.

        ————–

        Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Novo Barradão na Paralela em 2016.

        Avante Leão!!!

        Curtir

    • O vitória está em Salvador amigo mocota, Aqui não é Dallas. O vitória não é o Dallas Cowboys. quem se interessar em fazer um estádio para o vitória vai levar a maior parte do bolo, o vitória jamais teria condições de bancar um estádio sozinho. você acha que esses “milhões”, vai sair assim fácil -fácil? a construtora vai ficar sem nada?

      outra coisa: nosso turismo só funciona no carnaval (infelizmente).
      e me diz uma coisa: que turistas são esses que vem de um aeroporto ou navio, sendo estrangeiro, e vai logo pra uma arena? (a não ser que seja copa do mundo)
      os caras moram em países cheios de arenas, sabem dessa sistemática arena-eventos, e vem pra outro país pra ver as mesmas coisas de seus países de origem?

      Curtir

      • Errado irmão Léo.

        O Vitória tem patrimônio avaliado em R$ 100 Milhões. Com a mudança para a Paralela e muito melhor exposição da marca o Vitória pode atrair R$ 100 Milhões em naming rights.

        Ou seja tomando como exemplo a Arena do Palmeiras que foi orçada em R$ 400 Milhões, o Vitória já teria meio caminho andado.

        A outra metade do caminho o Vitória iria construir ano-apos-ano sem precisar ficar refém de nenhuma construtora.

        Quem disse que o turismo só funciona no carnaval?

        O turismo em Salvador poderia estar melhor. Mas só vai ficar quando a torcida do Vitória acordar e dizer para aos governantes que Salvador pode atrair mais turistas.

        Grande Léo, Mocota agradece por levar na esportiva o estilo mocotiano.

        Mocota faz questão de um dia poder tomar umas de leve nas dependências da Arena Rubro-Negra e ver você mais orgulhoso ainda de torcer pelo Vitória.

        ————–

        Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Novo Barradão na Paralela em 2016.

        Avante Leão!!!

        Curtir

  2. Certo Renildo.

    Só que para se desconstruir o conceito de Arena para o Futebol, deve-se perguntar para que servirá a Arena.

    O exemplo emblemático de Arena é MSG (em Nova York).

    O Madison Square Garden conta com 250 eventos ano.

    Só que, além de se situar no local mais rico do mundo, o MSG só cabe 25.000.

    E para receber shows do u2, cramberries, cold play …… .

    Só que, nenhum estádio do mundo, tem mais de 10 eventos fora futebol para mais de 25.000.

    Cite só um exemplo que comprove o contrário.

    Pergunte ao nosso amigo de Manchester qtos. mega eventos acontecem nas arenas de lá com público de 40.000 a cada ano (sem considerar o futebol).

    Qtos. shows em Salvador em 2012 atingiram o público de 30.000 ????

    Festival de Verão e mais uns 5.

    E qtos. desses seria numa grande arena do vitória.

    Seria um elefante branco, simplesmente, porque não existe essa demanda em Salvador.

    Aqui, no verão, acontecem uns 20 shows de porte médio por semana.

    Na época junina, acontecem uns 10 ensaios de porte médio.

    Temos pequenos shows de artistas de outras regiões.

    Sem falar em formaturas e casamentos.

    Sua retórica confirma minha tese, ou seja, o que poderia dar lucro ao Vitória (todo dia) é uma Arena para 5.000 (especificamente, um ginásio) como o HSBC Arena (Rio), Arena Vitória (Vitória), Arena Vivo (BH).

    Nesse pequeno equipamento, além dos eventos olímpicos, poderíamos abrigar uns 40 eventos festivos por ano (desde shows de forró/ axé/ pagode/ religioso/ formaturas/ festas escolares/ organizar corridas de atletismo com associados/ ciclismo etc …).

    Não seria nenhuma fortuna, mas, certamente, teríamos uma movimentação interessante e agregaria valor ao naming rights.

    Curtir

  3. errata. barradão na paralela.

    Valmerson,

    Em 2015, clubes do piaui e maranhão ingressaram na copa do nordeste.

    Não seria mais fácil continuarem na copa do nordeste com previsão de um torneio norte nordeste com 2 de cada região em uma cidade específica.

    Curtir

  4. Prezado Mocota e Renilson,

    Que o aumento de receita é a única forma do Vitória sair da atual condição eu não tenho dúvida.

    Só duvido que o endividamento de 500 milhões seja a solução.

    O Vitória teve a proposta de vender o Barradas, há 02 anos, por 80 milhões.

    Isso dá para que ?????

    Vai comprar que terreno na Paralela ????

    Vai fazer o CT com que dinheiro ????

    Seria altamente favorável a permuta por Pituaçu, mas isso é só sonho.

    Arena nem sempre é rentável.

    http://www.ihu.unisinos.br/noticias/503841-arenas-da-copa-vao-demorar-ate-198-anos-para-pagar-custo

    A Arena Fonte Nova só será quitada em 20 anos ???? É negoção.

    Sem o Vitória, a Arena Itaipava só não vai quebrar por conta do Estado.

    A carência do Brasil não são as superarenas (até porque são poucos shows que atingem mais de 30.000 pessoas.

    A carência é de arenas médias (até 7.000).

    Não por acaso, o CAP fará um ginásio multiuso apesar de não disputar esportes olímpicos até agora.

    A HSBC Arena, Arena Vitória, Arena Vivo recebem todo tipo de evento (show sertanejo, formatura, religioso, quermese …. ).

    A análise do PIB não desconsidera o turismo não Mocota.

    Aliás, se não fosse o turismo, o Nordeste teria um PIB muito menor.

    Só não entendo a conta de cada turista deixa 175 no Barradão.

    Com exceção da Torre Eiffel, da Ópera House, da Torre de Pisa acho que isso não acontece com nenhum ponto turístico do mundo.

    Certamente, a tal Arena do Vitória seria diferente de todos os estádios do mundo para as pessoas pararem os taxis e marcarem caravanas específicas para esse templo do futebol planetário.

    Nossa média de público é de 11.000.

    Para que um Estádio para 50.000 ??? Para encher em 2 jogos por ano ???

    O diferencial dos clubes de minas e, principalmente, do sul é a torcida do interior.

    Por isso, a Lupo/ Topper/ Penalty pagam 12/ 15 milhões ano para eles e a Penalty 500 mil para o Vitória.

    Por isso, o patrocínio master deles representa 3 vezes o do Vitória.

    Simples assim.

    Enquanto não formos atrativos a patrocinadores de camisas … seremos pachorrentos.

    E Arena nenhuma mudará essa realidade.

    Curtir

    • Robson, vc foi extremamente correto e preciso na sua analise. Ao contràrio da diretoria do Vitòria, você foi ” pès no chão” da forma correta, apenas expondo os fatos e ao meu ver sem diminuir a agremiação.

      Prezado Mocota,

      As ideias que você prega aqui sobrr o estadio são maravilhosas na teoria, mas na pratica são uma bela utopia.
      Para citar um exemplo e deixar bem claro: estou estudando fora do Brasil, mais precisamente em Manchester, Inglaterra. Todos nòs conhecemos os times da cidade, um por ser um dos 5 maiores do mundo e ter uma marca avaliada como das mais valiosas no mundo dos esportes (não somente futebol) e outro por ser uma potencia recente por causa do dinheiro investido. Portanto, vou tirar como exemplo o United – aqui, eles cobram 10 libras para um tour dentro do estadio Old Trafford, um dos mais conhecidos estadios do mundo de um time com uma historia imensa! Portanto, num cambio atual esse passeio sairia a 39 reais. Isso se o turista quiser ir na loja de souvenir e comprar algma besteira pode comprar algo que some no maximo 100 reais, depende da pessoa.
      Agora eu gostaria de saber: como um turista deixaria 175 reais no novo estadio do Vitòria? Com quais atraçoes? Em que galaxia?
      Não querendo diminuir nosso time, mas sinceramente não acho que temos atrativos suficientes…

      Curtir

    • Saudações novamente Robson ! Sem querer ser muito ” entrão “, mas já sendo( lá ele, rsrs ), devo expor minha opinião sobre o artigo que vc usou acima para endorsar suas argumentações sobre o futuro do Barradão. Pelo que lí, e lí tudo, o autor, em momento algum afirma que construir arenas modernas é ou pode ser uma furada. Muito pelo contrário, ele defende que os empreendimentos sejam administrados de forma mais eficiente, de modo que possam ” se pagar ” em médio praso e gerar receitas mesmo fora dos dias de jogos, talqual os estádios norte-americanos e os europeus o fazem, conforme ele exemplificou, coisa que as arenas da Copa não parecem entender( na verdade foram concebidas para a Copa e para dar lucro exclusivamente às construtoras, explorando os clubes brasileiros, diferentemente do que pretende, parte dos torcedores, para o sonhado novo estádio do ECV). E para concluir, o texto dá a entender que a opção de ter um equipamento de ponta deve sim ser uma boa forma de aumentar receita, mas para tanto é necessário primeiro desconstruir este conceito ultrapassado de que estádio serve exclusivamente para o futebol.

      Curtir

  5. Gostaria de aproveitar o momento de baixíssima auto-estima, de oportunistas se fingindo de democratas, de torcedores de PFC conclamando o publico zero, de fiscais dos genitais e do fígado dos jogadores, enfim, de baixo astral. E quero afirmar que EU ACREDITO NESTE TIME COM ESTE ELENCO E ESTE TREINADOR !!! Pronto, podem me chamar de lunático, alienado, pouco entendedor de futebol, sonhador. Mas nao sou TORCEDOR FULEIRO, que espera a chama baixar pra destilar teorias e ficar no “eu nao disse”. Sou SMV, tenho pacote do canal fechado, compro produtos oficiais e não admito que rebaixem o meu time pra fazer média com revoltadinhos de internet… Desculpem o desabafo.

    Curtir

  6. Prezado Valmerson e amigos,

    Com uma chuva daquela, fica difícil avaliar o time.

    Um verdadeiro dilúvio.

    O gramado foi esculhambado mais uma vez.

    Desta vez, não por preconceito, mas por conceito, uma vez que, é um verdadeiro pasto.

    No entanto, devemos observar outro acontecimento do sábado.

    Na eleição do clube de Itinga, foram eleitos 100 conselheiros.

    72 da chapa vencedora e 28 dos opositores.

    Além do presidente eleito, o direito de minoria possibilitará, de fato, fiscalização de contas.

    E no Vitória ???

    Como anda o estudo multidisciplinar para mudança do estatuto ???

    Por que 2 anos de demora ???

    Não acredito em palavras mágicas de refundação de clube, arenas mágicas nem que clube do nordeste pode se tornar uma das principais forças do futebol nacional.

    O futebol está inserido em uma realidade econômica, mas, se bem administrado, pode render bons frutos.

    Se o Vitória tiver a chance, um dia, de ter uma presidente eleito com direito de minoria aos opositores deveríamos prestar atenção no potencial econômico das cidades:

    São Paulo
    PIB 443 600
    p capita 39450

    Rio de Janeiro
    PIB 190.249
    p capita 30.088

    Belo Horizonte
    PIB 51.661
    p capita 21.748

    Curitiba
    PIB 43.319
    p capita 23.096

    Fortaleza
    PIB 37.106
    p capita 15.161

    Porto Alegre
    PIB 36.744
    p capita 25.712

    Salvador
    PIB 36744
    p capita 13728

    Recife
    PIB 30032
    p capita 19340

    O PIB de Porto Alegre é quase igual ao de Salvador, mas, como são poucos, tem uma condição de vida melhor (o que possibilita maior consumo do produto futebol).

    No entanto, acredito que o diferencial dos gaúchos em relação aos outros clubes do eixo é a torcida no interior.

    Enquanto 2,5 % dos gaúchos torcem para clubes de outros estados, 60% dos baianos torcem para outros clubes.

    Nenhum presidente e nem uma arena mágica vai mudar essa realidade e nunca seremos uma verdadeira força sem mudar essa realidade do interior.

    De fato, nossa torcida foi a que mais cresceu no norte/ nordeste. mas o clube precisa de uma forte campanha de “interiorização da marca”.

    Honestamente, considero um absurdo trocar o Barradão pela Fonte Nova, mas também não concordo em um investimento astronômico em estádio para viabilizar o clube.

    Viabilizar como ???

    Com uma média de 11.000 como a nossa ???

    Com shows ???

    Quantas vezes Salvador tem show para 50.000 no ano ???

    5 ou 6.

    E qtas serão no Barradão ??

    Qual o clube médio se tornou grande por conta de estádio ???

    A reforma do Presidente Vargas custou 60 milhões.

    A reforma do Pituaçu custou 60 milhões.

    A reforma do Independência custou 200 milhões.

    Imaginem a construção de uma arena de 500 milhões ??? Será a bancarrota.

    Devemos pensar, sim, em uma reforma viável economicamente (que não ultrapasse 50 milhões) para aumentar o conforto e possibilita o pagamento de naming rights, em fortalecer nossa torcida no interior (que aumentaria o poder de barganha de publicidade de camisa e organizar nosso departamento jurídico (para não perdermos uma promessa como Wllie por 2 milhões).

    Curtir

    • Prezado Robson, Mocota parabeniza pelo seu texto e iniciativa.

      Mas, não concorda quando você defende o Vitória permanecer no Barradão com investimento de R$ 50 Milhões.

      Perdoe a sinceridade, mas se o Vitória seguir a sua filosofia seremos eternos “Fugidores de Rebaixamento”.

      Robinho, caro irmão, o que define no futebol quem é tampa ou quem é tapado é o fator RECEITA!

      Não tem pra onde correr.

      Sendo assim, a torcida do Vitória tem que abrir os olhos para esta realidade:

      – O Barradão não tem boa localização, acesso e visibilidade. Pituaçu ou outro terreno na Paralela, tem.

      E a mudança é mais simples do que você pensa, caro Robson. O Vitória tem patrimônio. Quando uma instituição tem patrimônio (Barradão) ela pode utilizar este bem para vender ou utilizar para permuta. Simples assim.

      Como exemplo, utilizaremos a possibilidade: Trocar o Barradão por Pituaçu:

      1º passo – O Vitória troca o Barradão por Pituaçu (que redundância!).

      2º passo – Elabora um PUTO de um projeto e atrai um investidor para fechar o naming rights por R$ 100 Milhões durante 10 anos como a Arena 51 fechou com a Itaipava.

      3º passo – Com essa grana seria construído espaços para realização de eventos e entretenimento para os turistas.

      Ou seja, caro Robson, o Vitória com o lucro de publicidade, camarotes, estacionamento, locação e realização de eventos de pequeno, médio e grande porte, mais uma baita grana que os turistas vão deixar nos cofres Rubro-Negro, nós sairíamos da posição de “Fugidores de Rebaixamento” e subiríamos para a posição de “Favoritos ao Titulo” como Inter, Grêmio, Atlético ou Cruzeiro.

      ———————

      Com relação essa sua insistência de ficar focado somente no fator PIB, Mocota solicita, gentilmente, para você olhar para o fator Turismo, também.

      Em 2011, Salvador recebeu 350 mil turistas somente dos cruzeiros marítimos. Em 2012, caiu para cerca de 240 mil devido a incompetência da equipe do Governo Estadual e Ministério do Turismo.

      Mocota acredita, que se mudar toda equipe, tanto no âmbito Federal quanto no âmbito Estadual, nas eleições de 2016, Salvador recupera a fatia que perdeu.

      Sendo assim, se cada turista desse deixar de lucro apenas R$ 175,00, o Vitória dobra o seu faturamento atual. Válido lembrar que ainda teríamos receitas de estacionamento, camarotes, publicidade… e turistas que chegam via terrestre e aérea.

      Então Robson, Mocota espera que tenha ficado claro:

      > O Turismo faz com que Salvador que é a 3ª cidade mais vistada do país (com um “pibinho”) atraia muita grana dos vistantes que moram nas cidades que tem os “PIBÕES”.

      > Nesse caminho teríamos condições de ter um elenco com uma folha salarial de R$ 6 Milhões/mês.

      PS I – Não esqueça que o Atlético-MG, recentemente, ganhou uma Libertadores com uma folha de R$ 4 Milhões.

      PS II – Porto Alegre e Belo Horizonte não aparacem nem entre as 10+ no ranking das cidades mais visitadas no Brasil.

      ——————————

      Caro Francelso, na boa, Mocota espera que sua caneta falhe.

      ————————
      Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Barradão na Paralela em 2016.

      Avante Leão!!!

      Curtir

      • “…espera que sua caneta falhe…” Kakaka! Na verdade, prezado, eu disse que assinava embaixo mas faltou fazer uma ressalva: tenho sérias dúvidas se vale a pena investir muito dinheiro no Barradão. Eu apoiaria firmemente uma iniciativa de de “permuta” pelo Pituaçu. Mas como viabilizar isso? Por enquanto isso é só um sonho, ainda mais tendo em vista a inércia da diretoria do Vitoria e a omissão dos políticos que se dizem torcedores do nosso clube (José Rocha, Otto Alencar, Marcelo Nilo e outros). Enquanto isso, o governador tricolor “de todos os baianos”(diz lá ele) fica posando com a primeira-dama na votação para presidente do time do coração dele e da “Fatinha”. É lasca…

        Curtir

    • Saudações Robson ! Não nos conhecemos, mas devo, diante do que vc colocou, fazer a seguinte pergunta: qual é o clube brasileiro de médio ou grande porte, além do Grémio, que dispõe de uma arena multiuso nos padrões internacionais ? Eu mesmo respondo: nenhum. Então, diante disso, pode-se inferir que sua afirmação é, na minha opinião, sem fundamento. Mesmo porque nessas arenas modernas mundo a fora, o que menos dá dinheiro é bilheteria em dias de jogos,

      Curtir

    • A observação que você é muito coerente, só queria fazer uma observação, a renda per capita de Porto Alegre é o DOBRO da renda de Salvador… outra observação que tem que ser feita em conjunto com outros dados é o seguinte… Se Porto Alegre tem um PIB igual ao nosso, quer dizer que eles são BEM MAIS RICOS… pois tem a metade da população….

      Outra coisa, o Atlético PR tem média muito inferior que a nossa, mas nem por isso deixaram de investir no seu estádio… e isso fez com que o clube tenha um dos maiores orçamentos do futebol brasileiro este ano…

      20 maiores médias de público de todas as divisões em 2012:

      http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2012/12/corinthians-tem-melhor-media-de-publico-de-todas-divisoes-em-2012.html

      Orçamento 2013:

      http://www.tribunadabahia.com.br/2012/12/04/baixo-orcamento-o-maior-problema-de-bahia-vitoria-para-serie-de-2013

      Outra coisa que não tem haver diretamente com o que você postou, mas tem haver indiretamente… A média de público num estádio não tem haver se o time tem orçamento grande ou pequeno… uma grade média de estádio não quer dizer necessariamente um grande time… vejamos esses dados de 2011 com todas as médias dos 100 clubes das séries A a D do Brasileirão:

      http://globoesporte.globo.com/platb/pombo-sem-asa/2011/12/08/o-ranking-final-de-media-de-publico-dos-100-clubes-das-series-a-b-c-e-d-em-2011/

      O Bahia e o Santa Cruz são times que tem médias muito altas entre as maiores do país mas se comparado aos times do eixo são ridículos em expressão e dinheiro.

      Por outro lado temos o Santos e o Cruzeiro entre as piores médias da série A (e isso se repete também em 2013) mas são times astronômicos em termos de dinheiro e mídia…

      SRN

      Curtir

      • rsrsrsrs, você estava sozinha? Na parte fica os Imbatíveis? Mais perto dos eucaliptos? Sem “sombrinha” rsrss. Ví uma moça e pensei ser você…

        Sim, sombrinha, era da minha esposa, e tinha mais um casal amigo nosso, e meu filho também estava lá… resolvi levar ele para ter CERTEZA que o Vitória não iria perder…

        SRN

        Curtir

  7. Valmerson, só mesmo nosso site com esta diretoria nanica pra botar em seu site oficial que vamos jogar contra o Campeão da América, como se a gente fosse um timinho do Acre que precisa deste tipo de marketing pra ir pro jogo.

    Curtir

  8. ¨ Querer é poder¨, é assim mesmo com essa afirmativa que chegaremos a um sucesso diante do Galo, e não ficar remoendo aquelas atuações sofríveis. Toda expectativa fica por com de um treinador vencedor, que sabe comandar uma equipe e elevar a moral de um grupo encontrado cabisbaixo e agora renovado.

    Curtir

  9. Valmerson, hoje mais do que nunca se for 1 x 0 realmente temos que comemorar como uma das maiores goleadas que já aplicamos em um adversário pois do jeito que nosso time esta perdendo até para Criciúma que respirou e ganhou do São Paulo imaginem (também esta todo mundo ganhando deste time até nós ganhamos), espero sim que a torcida apoie os 90 minutos mesma que seja aqueles 7/8 de sempre.

    Curtir

  10. Parabéns Valmerson!!!

    A pegada tem que ser essa:

    “…apoio incondicional da torcida que mais cresce no norte-nordeste, uma das 4 que mais crescem no Brasil.”

    Plac, Plac, Plac…

    NÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊGO!!!
    ————————
    Diga não a Fonte Nova. Diga $im ao Barradão na Paralela em 2016.

    Avante Leão!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s